“É que nem andar de bicicleta, a gente não esquece”, diz PM sobre passinho que viralizou

0
pm passinho
Reprodução

O capitão da Polícia Militar Vander Duarte, de Araçatuba, no interior paulista, viralizou nas redes sociais ao dançar black music fardado durante uma live solidária realizada pela corporação.

publicidade

“Naquele momento, que a gente pediu que as pessoas doassem alimentos às pessoas carentes a gente sentiu essa necessidade de deixar aquela marca, de coração, sem trazer qualquer dano à moral, aos bons costumes, aos valores da Polícia Militar”, contou, em entrevista ao “Balanço Geral”, da Record TV, sobre a dança que empolgou muita gente.

publicidade

Vander Duarte diz que o gosto pela dança vem desde a juventude, em bailes que frequentava, assim como o irmão, que também é da PM, na região do Jardim Irene, bairro periférico na zona Sul de São Paulo, onde cresceu.

“Desde criança a gente fazia os bailinhos e dançava. Fui aprendendo”, contou. O capitão diz que usou cabelo black power e sempre curtiu muito os passinhos ao som de ícones como James Brown e Michael Jackson.

publicidade

“É coisa de criança, na periferia, junto com a molecada, a gente ouvindo um rap, pagode, samba, a gente vai pegando essa ginga. É que nem andar de bicicleta, a gente não esquece”, declarou.

Comentários