Ecoponto do Jd. Mutinga, o 3º de Osasco, deve ser entregue até o fim do ano

0
Foto: Ítalo Cardoso

A Prefeitura de Osasco iniciou a entrega de Ecopontos, que recebem pequenas quantidades de entulho, pela cidade. Os dois primeiros Ecopontos foram inaugurados na sexta-feira (28), no Jaguaribe (Rua Fernando Miorim Filho, 150) e outra no Jardim Novo Osasco (Rua Dr. Teodoro de Souza Brandão, 1.020).

publicidade

A terceira unidade, no Jardim Mutinga (Avenida Ônix), deverá ser entregue ainda este ano, segundo o secretário de Meio Ambiente, Marcelo Silva. No total, a administração municipal planeja inaugurar 19 Ecopontos até 2020.

Os Ecopontos vão funcionar de segunda a sexta-feira das 7h às 19h e aos sábados, das 8h às 16h. Todo o material recolhido será destinado às três cooperativas de reciclagem do município: Coopermundi (Jardim Iguaçú), Cooperares (Portal D’Oeste) e Coopernatuz (Parque Anhanguera).

publicidade

Os Ecopontos são equipamentos destinados à entrega voluntária de sobras da construção civil, produtos eletrônicos, móveis velhos, madeira, papel, papelão, metal, plástico, vidros, óleo de cozinha, e integram o Plano de Política Nacional de Resíduos Sólidos e o Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos.

O projeto também favorece a geração de trabalho e renda, através das cooperativas que trabalham com coleta seletiva, e ações de educação ambiental, para garantir um bom desempenho dos serviços, humanização dos espaços, segurança e conforto aos usuários.

publicidade

“Todos temos de ajudar”, diz Rogério Lins

Na cerimônia, Rogério Lins falou sobre a importância da destinação correta dos resíduos. “Todos nós temos de ajudar a manter a limpa. Não se deve jogar lixo e demais resíduos nas ruas ou terrenos. Com a destinação correta, evitamos a proliferação de animais que causam doenças, o entupimento das bocas de lobo e alagamentos”.

O processo de conscientização já está em andamento nas unidades escolares. Semanalmente, o chefe do Executivo tem proferido palestras nas escolas falando do projeto “Do meu bairro eu cuido”, que trata justamente da maneira correta do descarte de lixo e materiais inseríveis. O objetivo é fazer com que os estudantes sejam agentes multiplicadores no processo de conscientização.

Comentários