Ellen Rocche relembra assédio sofrido na infância, em Itapevi

Ellen Rocche relembra assédio sofrido na infância, em Itapevi

1
Compartilhar
Foto: divulgação

A atriz Ellen Roche, de 38 anos, relembrou o assédio que sofria na infância, na Cohab, em Itapevi. “Quando andava de ônibus e metrô eu sofri [assédio]. Sempre fui doce, meiga, mas, quando era encoxada, encarava até a pessoa sair. Não me sentia acuada. Cresci na Cohab, em Itapevi. A vida me ensinou a me defender”, afirmou, em entrevista ao jornal Extra.

Publicidade

Sobre a rotina na escola, ela contou: “eu era a lourinha que tomava surra das outras meninas. Até que peguei os excluídos, humilhados e chamei para a defesa. Só nunca fiz barraco”.

A atriz também lembrou da vez que sofreu assédio de um homem na rua: “Existiu um episódio, sim, e eu falei em alto e bom som quando um cara me disse: ‘Ah, se eu tivesse dinheiro…’. Devolvi na hora: ‘Se você tivesse dinheiro, não ia mudar nada’”.

“Graças a Deus”

“É muito triste pensar que, nós, mulheres, somos vistas como sexo frágil. Não saio por aí levantando bandeira feminista. Sou a favor do ser humano. Mas é arrasador ver tantas de nós acuadas só pela condição de sermos mulheres”, continuou Ellen Roche.

Ela também falou sobre a engraçada e sensual Suzy, sua personagem na novela “O Outro Lado do Paraíso” e sobre como é lidar com a beleza.

“Eu renegava a sensualidade, queria ser diferente, mas, quanto mais bloqueava, mais ficava latente em mim. Aprendi a usar isso a meu favor! Existe um estereótipo, é verdade. Mas dou graças a Deus, porque o dia em que eu não fizer a bonitona, a gostosona, vou falar: ‘Poxa, passou minha fase’. Não vou gostar muito (risos)!”, explicou.

Compartilhar


Comentários