Furlan e Igor Soares fazem duras críticas a Bolsonaro: “A nação é mal liderada”

0
furlan igor soares bolsonaro
Reprodução

Os prefeitos de Barueri, Rubens Furlan (PSDB), e Itapevi, Igor Soares (Podemos), falaram sobre ações de combate à covid-19 nos municípios e fizeram duras críticas à gestão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na pandemia. “A nação é mal liderada”, declarou o itapeviense, em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (9).

publicidade

Furlan ressaltou que o Brasil está próximo de chegar à marca de meio milhão de mortes causadas pela covid-19 e criticou a, segundo ele, demora do governo federal em adquirir vacinas, alvo de críticas e acusações na CPI em andamento no Senado. “Essa vacina deveria estar muito mais. Hoje era para o Brasil estar com 35%, 40%, 45% de toda a população vacinada e não estar mais com receio dessa letalidade, dessa terceira onda”. Apenas 11% da população brasileira já foi vacinada com as duas doses.

O prefeito de Barueri acusou Bolsonaro de não estar preocupado “em vacinar o povo, para ganhar uma estabilidade necessária, para que as coisas possam funcionar como têm que funcionar”. Para Igor Soares, trata-se de “um governo federal negacionista. Que agora diz que não foi negacionista, mas foi”. O prefeito de Itapevi reclamou ainda de “desordem administrativa e política no país”.

publicidade

“O que destruiu empregos foi a falta de preocupação do governo com a saúde dos brasileiros”, diz prefeito de Barueri

Rubens Furlan reclamou de “ausência total de orientação do governo federal” e criticou a recusa do presidente em estimular o isolamento social como forma de combate à disseminação da covid-19. “Não é o fechamento do comércio que destruiu empregos. Pelo contrário, salvou muitas vidas. O que destruiu empregos foi a falta de preocupação do governo com a saúde dos brasileiros, a negação de uma coisa que todos viam, menos aqueles que não queriam ver. Destruíram vidas”.

O barueriense avaliou ainda que o governo federal não tem apresentado políticas para recuperar a economia em meio à crise causada pela pandemia. “Precisamos recuperar o Brasil economicamente, recuperar empregos. Para isso, precisa fazer a economia girar. E nós não estamos vendo de lado nenhum do governo projetos capazes de fazer com que a economia volte a crescer e os postos de emprego voltem a surgir”, avaliou Furlan.

publicidade

Ele declarou ainda que Bolsonaro é o “pior presidente” que já viu.

Comentários