Início Política Grupo protesta contra proposta que concede título de cidadão osasquense a Bolsonaro...

Grupo protesta contra proposta que concede título de cidadão osasquense a Bolsonaro na Câmara

0
câmara osasco manifestação contra bolsonaro
A sessão desta terça foi interrompida em meio à manifestação / Foto: CMO

Manifestantes se reuniram na Câmara Municipal de Osasco, durante a sessão realizada na manhã desta terça-feira (19), para protestar contra o projeto de lei que concede o Título de Cidadão Osasquense ao presidente Jair Bolsonaro (PL).

publicidade

Cerca de 150 líderes que representam frentes populares, sindicatos, movimentos sociais, conselhos, partidos políticos e organizações sociais pediam para que a vereadora Ana Paula Rossi, que é do mesmo partido de Bolsonaro e autora do texto, retirasse o projeto. Grupo estava com cartazes com dizeres: “Homenagem é para quem faz o bem. Não para quem mata. Covid 662 mil mortos” e “Fora Bolsonaro. Não nos representa”.

manifestação contra bolsonaro
Foto: Ricardo Migliorini/ CMO

Presidente da Câmara, Ribamar Silva (PSD), permitiu a manifestação dentro do Plenário, mas teve de suspender a sessão para controlar os ânimos. A sessão foi retomada 20 minutos depois.

publicidade

Aos manifestantes, Ribamar explicou que o projeto precisa tramitar pelas comissões e só então será colocado em pauta e que a decisão de aprovar ou não o projeto cabe ao colegiado de vereadores. Não há previsão para ser colocado em pauta para votação.

Em defesa das manifestações democráticas, Ribamar pediu ainda aos participantes do ato que respeitassem o andamento da sessão. “O povo é livre para se manifestar. Essa é a força da democracia: permitir que todos expressem sua opinião, desde que haja respeito”, frisou o parlamentar.

publicidade

A proposta que concede o título de Cidadão Osasquense a Bolsonaro gerou discussão na Casa Legislativa logo quando foi apresentado. A vereadora Juliana da AtivOz (Psol) está entre os críticos ao texto: “Osasco não merece essa vergonha. Nossa cidade é diversa e tem um povo que acredita na democracia”, declarou.

Comentários