Hospital de Campanha contra o coronavírus em Osasco deve começar a funcionar nesta segunda (13)

0
rogério lins osasco coronavírus hospital de campanha
Em vídeo, prefeito de Osasco mostra o andamento das obras de implantação do Hospital de Campanha contra o coronavírus / Foto: reprodução

O Hospital de Campanha voltado ao atendimento de pacientes acometidos pelo novo coronavírus (covid-19), na Policlínica da zona Norte, em Osasco, deve entrar em funcionamento nesta segunda-feira (13), segundo o prefeito Rogério Lins. Serão inicialmente 70 leitos com possibilidade de ampliação para até 200.

“Amanhã a gente inicia o funcionamento do nosso Hospital de Campanha na Policlínica na zona Norte”, afirmou o prefeito Rogério Lins em transmissão de vídeo ao vivo na noite deste domingo (12).

“Nós vamos ter, inicialmente, 70 leitos, com toda a infraestrutura necessária para acolher pessoas com coronavírus. Esse hospital de campanha pode ser ampliado para até 200 leitos se for necessário”, completou o prefeito.

Publicidade
+ Osasco implanta Estação de Higienização de pedestres em frente a estação da CPTM

Além do Hospital de Campanha, nas últimas semanas, a Prefeitura entregou novos leitos para atendimento de pacientes acometidos pela covid-19, nos Centros de Terapia Intensiva que funcionam nos Pronto-Socorros do Santo Antônio e Osmar Mesquita, além da nova ala para atendimento aos casos do novo coronavírus no Hospital Municipal Antônio Giglio.

Outro equipamento público que passa por adaptação para receber os pacientes do coronavírus é o Pronto-Socorro José Ibrahim, no Jardim D’Abril. No local, será instalado o Centro de Terapia Intensiva, que contará com 40 novos leitos.

“Esses equipamentos poderão acolher as pessoas que estiverem infectadas. Teremos equipes com profissionais capacitadas para atender a nossa população e salvar vidas”, explicou Rogério Lins.

Comentários