Igreja evangélica LGBT planeja abrir unidades em Osasco e Cotia

0
Igreja evangélica é destinada a gays, lésbicas, bissexuais, transexuais e travestis que buscam conforto espiritual / Foto: Divulgação
Igreja evangélica é destinada também a gays, lésbicas, bissexuais, transexuais e travestis que buscam conforto espiritual / Foto: Divulgação

A Igreja Ministério Redenção Incluir em Cristo, que ganhou destaque por acolher o público LGBT+, celebrou três anos em Carapicuíba com planos de expansão. A organização pretende abrir unidades em Osasco e Cotia, onde já tem pontos de oração.

“Estamos aqui na região para dizer que Deus ama todos, que ninguém vai ficar de fora do reino de Deus. Todos são bem-vindos”, afirma o pastor Eliel Eloy, fundador da igreja.

Segundo o pastor, os três anos na cidade foram essenciais para apresentar os dogmas da igreja aos fiéis, que, em sua maioria, chegaram na busca da conciliação entre a orientação sexual e a religião, para alcançar o bem-estar. Foi dessa forma que a igreja surgiu.

Publicidade

“Conheci um Deus que me ama do jeito que sou”

“O Ministério Redenção é uma igreja cristã, evangélica igual as demais, a diferença é que a gente acolhe todas as pessoas, sem preconceito” afirma o presbítero Leandro Vital, que é homossexual.

O presbítero também conta que, teve que deixar a denominação que frequentava antes por ser descriminado pela orientação sexual.

“A igreja me falava que não era possível, que era errado e isso me trazia muita perturbação, e eu ficava me perguntando o que vou fazer da minha vida agora? E, na minha angústia, conheci um Deus que me ama do jeito que sou e hoje posso dizer que o adoro em Espirito e verdade e sem nenhuma máscara”, conta.

As reuniões do Ministério Redenção na sede em Carapicuíba acontecem sempre às quintas-feiras, às 20h, e aos domingos, às 18h. O endereço é rua Nelson Neves da Fonseca, 134, Centro.

Comentários