Imagens mostram bandidos saqueando prédios interditados por risco de desabamento em Osasco

0
furto prédios osasco
Imagens: câmera de segurança

Um vídeo de câmeras de segurança divulgado pela TV Globo mostra bandidos em ação após invadir para furtar objetos dos prédios interditados no Residencial das Oliveiras, no Jardim Padroeira, em Osasco. As imagens, do último fim de semana, mostram pelo menos quatro criminosos mascarados em ação.

Os ladrões invadiram diversos apartamentos, que estão vazios desde que os dois prédios do condomínio foram interditados pela Defesa Civil dede o início de dezembro, por riscos estruturais, e roubaram itens como TVs e eletrodomésticos.

Publicidade

“Abriram até champanhe dentro do meu apartamento”, contou uma moradora à TV Globo. Até extintores das áreas comuns foram levados. As residências foram reviradas pelos criminosos em busca de objetos de valor.

Quem tiver informações que possam levar ao paradeiro dos criminosos, pode entrar em contato com o Disque Denúncia 181, com anonimato garantido. Clique aqui e assista reportagem da TV Globo sobre o caso.

“Disseram para a gente que a qualquer momento pode cair”

Os dois edifícios foram construídos em 2017 e possuem 130 apartamentos, que os moradores tiveram de deixar às pressas após a interdição, no dia 10 de dezembro.

osasco

“Disseram para a gente que a qualquer momento pode cair. Então, ao receber essa notícia, é melhor a gente sair o quanto antes, não é?”, disse Marcos Feliciano, um dos moradores, à Record TV.

Os dois prédios têm dez andares cada e há cinco pisos no subsolo. Há pouco mais de um mês foram identificadas rachaduras no subsolo. São pelo menos três dedos de dilatação em colunas e vigas.

Edifícios têm rachaduras e desníveis no subsolo

Os prédios não teriam o Habite-se, documento das autoridades que libera a construção para ser usada como moradia, e os proprietários têm uma série de reclamações da construtora: “Foi entregue para a gente sem Habite-se, sem os quatro elevadores funcionando, sem alarme de incêndio”, contou a moradora Viviane Gentil à Record TV.

A Defesa Civil de Osasco decidiu pela interdição imediata do prédio após detectar instabilidades no terreno onde a edificação foi erguida.

 

Comentários