Ato de empresário em apoio à reeleição de Lapas teve a presença de Paulo Skaf, presidente da Fiesp / Foto: Leandro Conceição

Em evento na tarde desta terça-feira, 18, com participação do presidente da Federação das Indústrias do Estado (Fiesp), Paulo Skaf, o prefeito de Osasco e candidato à reeleição Jorge Lapas (PDT) recebeu o apoio de diversos líderes empresariais da cidade e região. Em discurso, ele teceu duras críticas ao rival no segundo turno, Rogério Lins (PTN).

publicidade

Entre elas, por, segundo Lapas, “fugir” de debates, convidados pela rádio Bandeirantes e pela Record News. A assessoria de Lins alega que o candidato não participará dos debates por compromissos previamente agendados.

“[Rogério Lins] fugiu de dois debates importantes, falou que não tinha agenda. O que é mais importante do que fazer uma agenda para um debate? Vai fazer uma reunião com os amigos, um churrasco, uma caminhada na rua… Com emissoras desse porte [promovendo debates], onde a cidade inteira poderia conhecer um pouquinho mais da gente, das nossas ideias, nossas propostas. Então, a cidade está com o pé atrás”, afirmou Lapas.

publicidade

O candidato do PDT também criticou a “falta de experiência” do adversário. “Só foi vereador. E como vereador deixou muito a desejar”.

Lapas também disparou contra a aliança de Rogério Lins com os ex-prefeitos Francisco Rossi e Celso Giglio (PSDB), que foi candidato e teve os votos anulados no primeiro turno por estar inelegível com base na Lei da Ficha Limpa. “Juntou uma turma que dá medo… é o poder a qualquer custo, a qualquer preço”.

publicidade

O candidato à reeleição declarou que Giglio “enganou duas vezes a cidade, concorreu a um pleito que não poderia ter concorrido e fez de novo agora”.
Lapas também declarou sobre Lins que “o novo não é tão novo”. “É novo de idade, com uma prática muito antiga de fazer política, que o país abomina”.

Comentários

2 COMENTÁRIOS

  1. sr. LAPAS, PRIMEIRAMENTE O SR NÃO FOI ELEITO EM2012 PELA MAIORIA DOS OSASQUENSE, E SIM FOI DIPLOMADO POR SUA TURMA PETISTA, QUANDO NA REALIDADE COM A IMPUGNAÇÃO DO MR. GIGLIO, DEVERIA DEMOCRATICAMENTE, SEM MARCADA NOVAS ELEIÇÕES, AI SIM SE O SR TIVESSE A MAIORIA, BELEZA, MAIS AGORA ESSA JOGADA DE MUDAR DE PARTIDO, NAO ME CONVENCE, E SIMPLESMENTE, PARA CONTINUAR ADMINISTRAÇÃO PETISTA E SEUS DESVIOS DE RECURSOS PÚBLICOS.

    • CAMARA QUEENDO OU NÃO A ELEIÇÃO FOI LEGITIMA ENTÃO DEVE SE CALAR PORQUE O SEU CANDIDATO JÁ E CONDENADO ANTES DE ENTRAR E VOCES QUERIAM COLOCALO, POR ISSO CALE SE.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui