Mãe de Gugu detona viúva: “Nunca vou perdoar por ter mentido”

0
mãe gugu
Gugu e a mãe, Maria do Céu

A mãe de Gugu Liberato, Maria do Céu Liberato, de 90 anos, quebrou o silêncio e falou, em entrevista à “Veja”, sobre a morte do apresentador e a disputa judicial pela herança dele, que pode chegar a R$ 1 bilhão, envolvendo a família e a viúva, Rose Mirim di Matteo. “Nunca vou perdoar a Rose por ter mentido para mim”, declarou.

publicidade

“A gente era uma família muito feliz (chora). Nunca vou perdoar a Rose por ter mentido para mim, dizendo que iria fazer um retiro religioso enquanto largou meus netos sozinhos nos Estados Unidos para vir ao Brasil armar essa briga na Justiça”, declarou Maria do Céu.

Família leu o testamento 1h30 após o enterro, segundo reportagem

Gugu deixou um patrimônio que inclui uma mansão avaliada em R$ 15 milhões em Alphaville; casa em Orlando, nos Estados Unidos, com cinco suítes, piscina e jardim amplo, avaliada em R$ 6,7 milhões; mansão “pé na areia” de R$ 7 milhões no Guarujá; e complexo de estúdios de TV de R$ 60 milhões, além de aplicações em bancos que somam R$ 190 milhões, entre outros.

publicidade

De acordo com reportagem da “Veja”, uma hora e meia após o sepultamento, em 29 de novembro, os familiares se reuniram para ler o testamento. Esse ritual burocrático costuma acontecer após a missa de sétimo dia.

No documento, o apresentador destinou 75% da herança aos filhos (João Augusto, 18 anos, e as gêmeas Sofia e Marina, de 16) e 25% para os cinco sobrinhos, além de assegurar à mãe, de 90 anos, uma espécie de pensão vitalícia de R$ 163 mil.

publicidade
mulher gugu herança
Rose Miriam foi companheira de Gugu por quase 20 anos e ficou de fora do testamento

A parte mais surpreendente do testamento coube à ausência de qualquer menção a Rose Miriam di Matteo, a mãe dos três filhos de Gugu, que briga na Justiça para ter direito à parte da herança.

“Lá do céu, o Toninho está olhando por mim”

Maria do Céu chama Gugu, que morreu em novembro, em um acidente doméstico nos Estados Unidos, de “Toninho” e diz que o filho olha por ela “lá do céu”. “Fiquei revoltada no começo [depois da morte do apresentador], mas sou católica e tenho de acreditar que Deus vai me dar forças. Rezo muito, o tempo todo”, declarou.

“Quando começo a chorar, falo assim: ‘Meu filho, por favor, faça com que eu não chore mais’. Lá do céu, o Toninho está olhando por mim”, afirmou Maria do Céu. “Eu choro muito, sempre escondido dos outros filhos. Tenho muitas saudades.”

Comentários