Manifestantes atravessam ônibus na marginal do Rodoanel em Carapicuíba

Manifestantes atravessam ônibus na marginal do Rodoanel em Carapicuíba

13
Compartilhar
Foto: reprodução/redes sociais

A manhã desta quinta-feira (5) foi marcada por mais um protesto de famílias contra a reintegração de posse de um terreno na região da Cohab V, em Carapicuíba.

Um grupo de manifestantes chegou a atravessar um ônibus na Marginal do Rodoanel para bloquear a pista. Objetos também foram queimados para bloquear vias próximas ao Parque dos Paturis.

É o segundo protesto de ocupantes do terreno contra a reintegração de posse, marcada para o dia 12, em menos de uma semana. Na sexta-feira (30) também houve manifestação com queimas de pneus e restos de entulho em vias locais.

Publicidade

A desocupação do terreno deve afetar mais de 500 famílias.

Compartilhar

Comentários

13 Comentários

  1. Nao e so para moradia que terrenos sao invadidod, tem figuroes da politica carapicuibana que construiram empresas em areas de vegetacao e arvores nativas derrubaram e desmataram tudo enormes ocupados de forma ilícita sob os olhos da prefeitura. Vamos apoiar manifestações mas pra todas as irregularidades dessa merda de prefeitura, sem violência e sem prejudicar as pessoas.

  2. PM senta bala nesses fdps!!!Bando de arrombado, aproveitadores…vão trabalhar e pagar moradia com milhares fazem em Carapicuíba, e não tomar terreno na mão grande…essa raça tem mais que se fuder mesmo!

  3. Pra quem mora na Cohab essas ocupações são um inferno. Espero que desocupem todos os terrenos, tudo, a área no final da Rua Brasilia até a Rua São Roque, a área na Av. brasil próximo ao Assaí e todas as ocupações irregulares de Carapicuíba. Tem que proibir e retirar no mesmo dia, não ficar esperando encher, realmente, a maioria ali tem carro caro, não pagam nada, nem imposto, nem água, luz ou qualquer outra coisa e ainda acha que a prefeitura tem obrigação de dar moradia de graça, tem que dar priioridade pro cidadão que mora no município, paga imposto e que contribui com o município. Realmente, ali tem gente que invade e vende, constrói 5, 10 casas e aluga, o cara vive na irregularidade e ainda quer tudo de graça. Conheço gente que está na fila há mais de 10 anos e não consegue porque só tem maracutaia envolvendo político e líder dessas comunidades, um absurdo. Na Brasília mesmo tem vários ali que tem casa própria e mais 5 casas de aluguel no morro… Sem contar que terreno da Cohab é pra construção de creche, escola, hopital, delegacia… E moradia popular de gente que espera há mais de 10 anos.

  4. Não concordo com essas invasões .
    Eles têm carros melhores que o meu.
    Como que tem carro e não têm moradia.
    Se eu comprei a casa que eu moro, eles também podem comprar.
    É só trabalhar como eu trabalhei !

  5. Boa noite td bem quê invadir terreno aleio é errado mais até dizer que vão construir moradia prá os menos favorecidos é mentira até pq quando teve a primeira remessa de entrega de apartamentos em Carapicuíba minha esposa se inscreveu em 2008 e em 2010 fomos sorteados e derrepente fomos excluidos pq só tinham direito quem ganhando até 1600 Reais e depois de dóis anos está ganhando o mesmo valor ? .alguel pode me dizer quem que em dois anos antes se ganha um valor e dóis anos depois está ganhando aínda ó mêsmo valor ? Então essa história de casas populares é conversa prá boi dormir

  6. Também sou contra estas invasões são pessoas que se dizem que não podem pagar água nem luz mas e só vcs passarem ali na vila municipal em Carapicuíba e olharem nas garagens só carro de 100mil reais tem uma garagem lá que tem até um Fiat Toro na garagem isto e um absurdo mas comprar uma casa e pagar água e luz não pode este carro custa mais de 100mil

  7. Essa Jadi jadi só pode ser moradora da ocupação irregular que usa energia e água por meio de gatos e vem querer apoiar esse tipo de ocupação , lugar que tem gente de bem mas que infelizmente existem esses abusos que são pagos pelos trabalhadores que pagam todos os seus impostos que não são poucos. Jadi jadi menos esse tipo de ocupação deveria ser extinguido só serve para que os traficantes possam ter mais um ponto para fazer a venda de seus entorpecentes deixando o bairro mais perigoso e feio.

  8. Quem é a favor da ocupação,pega uma família e leva para casa para cuidar,. Esse povo não paga imposto nem água e nem luz além de abrigar a criminalidade, algum de vocês deveriam ao invés de ficar falando bobagem deveriam visitar o local, eles não tem dinheiro para pagar impostos água luz e etc,mas andam em carros de 30 mil .

    Aproveitem essa semana e vão até o local e adotem uma família e levem para suas casas … Hipocloritas.

  9. Espero que tudo se resolva sem violência pois tem crianças idosos deficientes morando nessa área pois os órgãos públicos deveria ter barrados antes pois agora em pleno ano de eleições elas resolve atacar pode ter certeza que vai parecer alguma maneira de ser resolvida. Deus está no comando

  10. Estão certinhos,direito a moradia sim…agora invadir terras alheia isso não pode,porém como temos um governo de lixo uma prefeitura que não se preocupa em ajudar essas pessoas que invadem propriedades alheias só nisso,invasão é chato isso mas temos que ter consciência da situação!

  11. Eu tenho um lugar pra morar hoje por que comprei. Financiado dando um duro lascado pra pagar por que só meu esposo está trabalhando. Não acho justo tomar o terreno dos outros por que não tem. E outra em nenhum momento foi dito que eles ficarão sem moradia. Até onde sabemos o terreno onde teve a invasão é para construir moradias regulares para as pessoas menos favorecidas.

Faça seu comentário

Mais notíciasFilho de Cafu, que morreu de infarto aos 30 anos em Barueri, será enterrado hoje em Embu
Mais notíciasProgramação de cinema do Kinoplex Osasco – de 5 a 11 de setembro