Médica ignora horário de consultas de pacientes diabéticos e diz que está “fazendo favor” em Itapevi

0
UBS Vila Cardoso Itapevi
UBS Vila Cardoso Itapevi / Foto: Google Maps

Uma moradora de Itapevi, de 63 anos, usou as redes sociais, nesta terça-feira (29), para reclamar de uma médica que atende na Unidade Básica de Saúde (UBS) da Vila Cardoso. Segundo a munícipe, a profissional tem ignorado o horário das consultas com frequência e teria ameaçado chamar a polícia, caso houvesse reclamações.

publicidade

Severina Francisca afirma que a tolerância de atraso de pacientes na unidade de saúde é de 15 minutos, mas a médica tem feito os pacientes esperarem por horas para serem atendidos. “A minha consulta estava marcada para 13h30. Cheguei às 12h40 no postinho do Cardoso, e a médica só chegou 14h40 pra atender os pacientes. E não é a primeira vez que ela age com falta de compromisso”.

Com a demora, a munícipe disse que chegou a ir ao balcão de atendimento perguntar o horário que a médica chegaria, já que todas as consultas das pessoas que estavam ali foram agendadas para 13h30. Assim que a profissional de saúde chegou, começou a atender os pacientes por ordem de chegada.

publicidade

“A médica me disse que está fazendo um favor, que não era para ela estar ali e ameaçou chamar a policia se alguém reclamasse”, relatou a idosa. “Uma falta de respeito total, principalmente com uma pessoa da minha idade. E a maioria das pessoas que estavam aguardando a médica tinha diabete e tem horário pra se alimentar” continuou.

Pessoas que passaram por situações semelhantes também aproveitaram a publicação da idosa nas redes sociais para reclamar dos atrasos e atendimento da profissional. “Minha consulta estava marcada para dia 22/09. Desmarcaram e remarcaram para o dia 23/09 e aconteceu atraso dela do mesmo jeito com todos que estavam lá”, disse uma munícipe.

publicidade

“Vergonhoso. Se atrasamos, não somos atendidos. Mas eles podem atrasar e ainda [tratar] com descaso e falta de respeito”, comentou outro. “Se ela não quer trabalhar, sai e deixa o lugar para quem quer porque que [quem] pagar o salário dela somos nós. Então ela não está fazendo favor a ninguém”, disse outro.

Em nota, a Prefeitura de Itapevi, por meio da Secretária de Saúde, afirmou que tomou conhecimento do ocorrido na segunda-feira (28) e que vai apurar as reclamações contra a profissional de saúde: “Imediatamente foi aberto processo de averiguação preliminar para tomada das medidas administrativas cabíveis, após a apuração”.

Comentários