Médico acusado de cobrar por atendimento no Hospital Municipal de Osasco é afastado

1
Hospital-Antonio-Giglio-Osasco
Foto: Lana Alves/Visão Oeste

Uma paciente denunciou nesta segunda-feira (18) que um médico ortopedista do Hospital Municipal Antonio Giglio, em Osasco, cobrou, dentro do consultório, uma taxa de R$ 100 para realizar procedimentos que são gratuitos, afinal, trata-se de um hospital público.

A unidade é administrada pela Associação Santa Casa de Misericórdia de Pacaembu. Em nota, a Secretaria de Saúde da cidade declarou que o profissional foi afastado e que foi “instaurado procedimento interno e sindicância para apuração dos fatos com o compromisso que serão adotas as providências legais para mais rigorosa apuração dos fatos com aplicação das necessárias sanções”.

A denúncia foi feita com o apoio do grupo MBL Osasco. As notas entregues ao médico R.A.A.S.T para pagar pelo suposto procedimento teriam sido marcadas para serem usadas como provas de extorsão, afirmou Bruno Santos, do MBL Osasco. Foi registrado boletim de ocorrência e o acusado foi levado à delegacia para prestar esclarecimentos.

Publicidade

Um vídeo mostra a mulher procurando na bolsa dinheiro que supostamente seria pago ao médico dentro do consultório. Em um momento, uma acompanhante dela pergunta: “E se der problema de novo e a gente tiver que voltar, tem que pagar de novo?”. O médico responde: “não, não”.

Assista ao vídeo sobre a denúncia:

Publicidade

Nota:

Em nota oficial, a Prefeitura de Osasco, por intermédio da Santa Casa do Pacaembu, que é responsável pela administração do Hospital Municipal Antônio Giglio, diz:

“O Hospital, sua diretoria administrativa e médica não compactua com qualquer atividade ilegal que possa ser realizada na unidade e reconhece que todos os serviços ofertados nessa unidade são totalmente gratuitos.

Que sempre atuou em avisar por meio de informes distribuídos na unidade que todos os atendimentos são gratuitos e que em caso de dúvida ou denúcia a ouvidoria der ser procurada.

Que disponibiliza em sua unidade setor especifico para orientar os pacientes quanto a todas dúvidas e que também recebe denúncias, avaliando e tomando imediatamente as devidas providências e que seus profissionais são orientados a sempre informar a gratuidade dos serviços.

O Hospital Municipal Antônio Giglio possui hoje cerca de 500 funcionários e mais 300 médicos atuantes. Diariamente autamos com mais de 50 profissionais médicos e residentes. Todos os dias mais de 2 mil pessoas passam pelo Hospital,sendo pacientes ou seus acompanhantes. Portanto podemos afirmar que a denúncia refere-se a algo isolado e excepecional, não sendo uma prática da unidade.

A ouvidoria do Hospital não havia tomado ciência da denúncia, o que aconteceu após os fatos serem amplamente divulgados nas redes sociais.

Devido a denúncia o profissional citado foi afastado de suas funções até que os fatos sejam averiguados administrativamente, sendo instaurado procedimento interno e sindicância para apuração dos fatos com o compromisso que serão adotas as providências legais para mais rigorosa apuração dos fatos com aplicação das necessárias sanções.

A empresa terceirizada prestadora de serviços médicos foi notificada pela Santa Casa do Pacaembu a prestar esclarecimentos sobre o fato.

Atenciosamente,

Direção do Hospital Municipal Antônio Giglio”

Comentários

1 COMENTÁRIO

  1. Pena que a denuncia e apenas contra suborno pois estou com o caso do meu pai e na defensoria publica pois no dia 1 de setembro de 2019 sepultei meu pai nao tive ainda resposta da defensoria mais ja disse que irei ate o fim e quero contar muito com a ajuda da rede Record pois alem do caso do meu pai ouvi varios relatos ali dentro desta unidade deixei na defensoria publica sete pasta que contem ate fotos da situaçao que meu pai foi entre de volta para sua familia para seu seputamento .

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPROMOSASCO: Quem aproveitar o feriado de SP para comprar em Osasco terá descontos especiais
Próximo artigoO Boticário oferece até 60% de desconto na Black Week