“Meu irmão não é assassino”: família diz que acusado de matar empresário em Itapevi é inocente

0
itapevi
Maycon, de 22 anos, é acusado de matar Luis Carlos, de 49, com um "mata-leão" / Foto: reprodução/Record TV

A família de Maycon Borges, o homem de 22 anos preso acusado de matar o empresário Luis Carlos Andrade, 49, durante uma briga, em Itapevi, no dia 15 de janeiro, diz que ele é inocente.

A família de Luis diz que ele morreu em decorrência de um “mata-leão” aplicado por Maycon em um desentendimento após o empresário tentar defender a sobrinha, esposa do acusado. No entanto, parentes de Maycon dizem que Luis sofria problemas cardíacos e morreu em decorrência deles.

“Meu irmão não é assassino! Imagino a dor da família do seu Luis, mas foi uma fatalidade”, disse Keity Borges ao jornal Itapevi Agora. “Maycon é um rapaz bom, ficha limpa, sem antecedentes. Está sendo muito difícil para a família”.

Publicidade

De acordo com ela, o irmão e a cunhada haviam tido uma discussão e decidiram se separar. A mulher chamou o tio, Luis, para ajudar a retirar malas dela da casa.

No local, o empresário e Maycon se desentenderam. Até que Luis, segundo a irmã do acusado, é que na verdade teria tentado dar um “mata-leão” em Maycon, que tentou se desvencilhar. “Foi quando o Luis passou mal. Meu irmão não é assassino”.

Comentários