Mulheres continuam ganhando menos que homens, aponta pesquisa

Mulheres continuam ganhando menos que homens, aponta pesquisa

0
Compartilhar
As áreas onde há mais desigualdade são as administrativas, comerciais e financeiras / Foto: Reprodução
As áreas onde há mais desigualdade são as administrativas, comerciais e financeiras / Foto: Reprodução

Desigualdade// Há áreas em que elas ganham pouco mais que a metade do salário dos homens em uma mesma função

Pesquisa realizada pela Catho com 13.161 profissionais aponta que as mulheres continuam ganhando salários menores que o dos homens, mesmo ocupando os mesmos cargos. Além disso, o desenvolvimento de suas carreiras costuma ser mais lento, se comparado com o desenvolvimento da carreira masculina.

As áreas onde há mais desigualdade são as administrativas, comerciais e financeiras. O salário masculino médio na área financeira contábil, por exemplo, é de R$ 6.099,53, enquanto o de mulheres em mesma posição é de R$ 3.361,38, em média, pouco mais que a metade.

Publicidade

Quando o assunto é a posição dentro das empresas, houve tímida melhora. Em 2011, 22,91% dos cargos de presidente eram ocupados por mulheres. Em 2017, esse número passou a ser de 25,85%.

Quanto mais o cargo evolui, menor é a presença feminina. “Isso mostra que há uma ruptura na evolução da carreira feminina, dando preferência aos homens”, aponta a gerente de relacionamento com cliente da Catho, Kátia Garcia.

Com relação às vagas de encarregado, em 2011, 54,99% eram destinadas às mulheres. Em 2017, esse número saltou para R$ 61,57%.

Compartilhar

Comentários