Obras do Hospital Regional de Barueri começam em março, diz Furlan

Obras do Hospital Regional de Barueri começam em março, diz Furlan

0
Compartilhar
hospital regional de barueri rubens furlan

De acordo com o prefeito Rubens Furlan (PSDB), a construção do Hospital Regional de Barueri vai começar em março do ano que vem. Nesta terça-feira (17), foi realizada reunião técnica sobre as obras.

“Esperamos começar essa obra em março do ano que vem. Está acertado com o governador o início dessa obra em março do ano que vem”, declarou Furlan, em vídeo compartilhado nas redes sociais após a reunião.

O Hospital Regional de Barueri será referência em cardiologia e vai prestar diversos tipos de atendimento em oncologia. A expectativa é de que seja inaugurado até o fim de 2022.

Publicidade

 

Publicidade

Novo Hospital Regional de Barueri já começou. Hoje tivemos a primeira reunião para definir os detalhes técnicos do projeto. Acompanhe!

Publicado por Rubens Furlan em Terça-feira, 17 de setembro de 2019

De acordo com o governador João Doria (PSDB), serão investidos R$ 190 milhões na implantação do Hospital Regional de Barueri, dos quais R$ 140 do governo do estado e R$ 50 milhões da Prefeitura.  A previsão inicial era que as obras começassem até o fim deste ano.

Hospital Regional de Barueri terá 320 leitos

No total, serão 320 leitos, sendo 50 de UTI, além de oito salas cirúrgicas de grande porte. A área de pacientes oncológicos também contará com 20 cadeiras para tratamento de quimioterapia. Haverá, ainda, um ambulatório com estrutura para diagnóstico e acompanhamento especializado.

Publicidade

A área total será de 35 mil m² e o atendimento ocorrerá de forma referenciada, ou seja, a partir do encaminhamento de casos por serviços de saúde e por meio da Cross (Central de Regulação e Oferta de Serviços de Saúde).

O hospital ofertará internações e cirurgias e estima-se que tenha capacidade para realizar, em média, 1,1 mil internações mensais, sendo 580 cirurgias.

O parque tecnológico será equipado com aparelhos como acelerador linear, hemodinâmica, tomógrafo, ressonância magnética, mamógrafo e radiologia digital, entre outros.

Compartilhar

Comentários