Osasco e Carapicuíba entre as 10 cidades com mais roubos e furtos de celulares no estado

1
Reprodução

Levantamento realizado pelo Departamento de Pesquisas em Economia do Crime da Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP) aponta Osasco e Carapicuíba no ranking das 10 cidades com o maior número de roubos e furtos de celulares no estado de São Paulo em setembro.

publicidade

Considerando os roubos de celulares, Osasco aparece na terceira posição entre os municípios paulistas, com 366 ocorrências; e Carapicuíba em nono lugar, com 152. Já com relação aos furtos, Osasco é sexta, com 98 ocorrências no mês, e Carapicuíba não figura no top 10. A capital paulista está no topo do ranking, com 7.836 roubos e 6.048 furtos registrados em setembro.

A pesquisa foi feita com base nos boletins de ocorrência divulgados pela Secretaria Estadual de Segurança Pública. Os números apresentados podem ser maiores devido a subnotificações e boletins incompletos ou com erros que são descartados durante o tratamento dos dados.

publicidade

Em setembro desse ano, foram registradas em todo o estado 23.706 ocorrências envolvendo celulares, 13.097 de roubo e 10.609 de furtos. Em comparação a agosto desse ano, houve uma queda de 3,80% nos roubos e um aumento de 13,62% nos furtos.

No entanto, ao compararmos os dados de setembro com o mesmo período do ano passado, o número de ocorrências aumentou: 5,51% em relação a roubos e 52,08% em relação a furtos. O resultado indica os efeitos do aumento da circulação de pessoas, com a redução de algumas restrições no estado de São Paulo.

publicidade

Fim de ano

Com a aproximação das festas de fim de ano, a retomada deve ganhar força nos próximos meses, o que deve impactar ainda mais nos crimes de oportunidade, normalmente cometidos contra o patrimônio. Em relação aos crimes que envolvem celulares, além do valor dos aparelhos, os criminosos buscam ter acesso a informações das vítimas para aplicar golpes.

“Os crimes contra o patrimônio são tipicamente sazonais e os últimos meses do ano são caracterizados por crescimento no número de furtos e roubos. Para este ano, o cuidado deve ser ainda maior, pois temos um elemento novo que é o crescimento dos crimes de extorsão quando do roubo de celulares, provavelmente devido à difusão do PIX. Esse crime é grave devido à violência física e psíquica, que pode deixar sequelas irreparáveis”, avalia o professor Erivaldo Costa Vieira, coordenador do Departamento de Pesquisas em Economia do Crime da FECAP.

10 cidades com maior número de roubos de celulares em setembro*

Ao analisar as 10 cidades com maiores taxas de roubo, elas totalizam 10.337 ocorrências, que correspondem a 78,92% do total em todo estado.

1ª) São Paulo: 7836 ocorrências

2ª) Guarulhos: 392 ocorrências

3ª) Osasco: 366 ocorrências

4ª) Santo André: 341 ocorrências

5ª) Campinas: 338 ocorrências

6ª) São Bernardo do Campo: 328 ocorrências

7ª) Diadema: 281 ocorrências

8ª) Itaquaquecetuba: 159 ocorrências

9ª) Carapicuíba: 152 ocorrências

10ª) Ribeirão Preto: 144 ocorrências

10 cidades com maior número de furtos de celulares em setembro*

Em relação às ocorrências de furtos em setembro, comparadas com agosto, destaca-se os aumentos de 11,86% e de 42,86% nas cidades de São Paulo e Osasco, respectivamente, e a redução de 7,38% em Guarulhos.

1ª) São Paulo: 6048 ocorrências

2ª) Guarulhos: 271 ocorrências

3ª) Campinas: 222 ocorrências

4ª) Santo André: 137 ocorrências

5ª) São Bernardo do Campo: 98 ocorrências

6ª) Osasco: 98 ocorrências

7ª) Ribeirão Preto: 83 ocorrências

8ª) Sorocaba: 82 ocorrências

9ª) Praia Grande: 81 ocorrências

10ª) Santos: 76 ocorrências

* Fonte: Departamento de Pesquisas em Economia do Crime da Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP)

Comentários