Padre da Diocese de Osasco morre aos 36 anos vítima da covid-19

0
padre covid osasco
Reprodução

O padre Cleiton Jorge Cordeiro Evangelista, da Diocese de Osasco, morreu aos 36 anos vítima da covid-19, doença que já matou mais de 250 mil pessoas em todo o país em um ano de pandemia. Ele estava internado desde o dia 19 de fevereiro em um hospital em São Paulo.

publicidade

“A Diocese de Osasco agradece a Deus pela vida e Ministério de Pe. Cleiton Jorge dedicados ao serviço da Santa Igreja e do povo de Deus, e rogamos ao Pai que o acolha em seu Reino”, declarou, em nota, a diocese.

Padre Cleiton nasceu em 11 de agosto de 1984 em Carapicuíba, filho de Edilson Evangelista de Oliveira e Maria Arlete Cordeiro Evangelista. Sua paróquia de origem é a São Lucas Evangelista.

publicidade

Como seminarista passou pelas paróquias: Nossa Senhora Aparecida (Tijuco Preto), Cristo Rei (Osasco) e Nossa Senhora Aparecida (Amador Bueno). Foi membro da Comissão Diocesana Bíblico-Catequética, contribuindo nas formações dos catequistas.

Ele foi ordenado diácono no dia 24 de junho de 2017, pelo bispo Diocesano Dom Frei João Bosco Barbosa de Sousa. A Celebração Eucarística aconteceu na Paróquia São Lucas, em Carapicuíba. Escolheu como lema de ordenação diaconal a frase de São João Bosco: “Nossa vida é um presente de Deus, e o que fazemos dela é o nosso presente para Ele”.

publicidade

Sua ordenação presbiteral foi no dia 08 de dezembro de 2017, Solenidade da Imaculada Conceição de Nossa Senhora, na Catedral Santo Antônio, também pela imposição das mãos de Dom João Bosco. Sendo, então, designado para a função de vigário na Paróquia São Lucas Evangelista, em Carapicuíba. Seu lema presbiteral: “Vitória é o que vem depois da cruz”.

Ainda não foram divulgadas informações sobre velório e enterro.

Comentários