Polícia Rodoviária usa bafômetro passivo no carnaval

0
bafômetro passivo
O equipamento detecta motoristas sob efeito de álcool sem a necessidade de encostar no bocal / foto: reprodução

A partir deste Carnaval, a Polícia Rodoviária Federal passa a utilizar um novo modelo de bafômetro, conhecido como passivo. O equipamento detecta motoristas sob efeito de álcool sem a necessidade de encostar no bocal.

Durante as fiscalizações da “Operação Direção Segura”, que reforça a Lei Seca, o condutor deverá soprar o bafômetro passivo. Caso o resultado do teste por aproximação dê positivo, o motorista será obrigado a fazer o teste com o equipamento tradicional para identificar o teor de álcool por litro de ar.

Com os novos equipamentos, o etilômetro comum só será utilizado em motoristas que apresentarem concentração de álcool no organismo.

Publicidade

O valor da infração para motoristas autuados pela Lei Seca é de R$ 2.934,70, correspondente ao valor da infração gravíssima prevista pelo Código de Trânsito Brasileiro, e pode ser agravado de acordo com o teor alcoólico registrado. O condutor tem ainda a suspensão por 12 meses da carteira nacional de habilitação.

Comentários