Polícia suspeita que criminosos que assaltaram caixa eletrônico em Osasco tinham informações privilegiadas

0
assalto caixa eletrônico osasco
Dentro da loja, à esquerda, técnico que fazia manutenção no caixa eletrônico se arrasta pelo chão para fugir do tiroteio após ser atingido de raspão no pé; à direita, funcionária da farmácia corre para os fundos da loja / Foto: reprodução

A polícia suspeita que os criminosos fortemente armados que balearam um segurança e um técnico e assaltaram os malotes de um caixa eletrônico em manutenção em uma farmácia no Jardim Santa Maria, em Osasco, tiveram informações privilegiadas sobre o serviço realizado no equipamento para planejar o crime.

publicidade

O crime aconteceu na manhã desta quarta-feira (28). Quatro criminosos fortemente armados chegaram de carro e pararam em frente ao estabelecimento, apontando armas. Houve troca de tiros. O vigilante e o técnico foram atingidos de raspão, no braço e no pé, respectivamente. Após o segurança ser baleado e cair no chão, os bandidos tomaram a arma dele.

assalto caixa eletronico osasco
Do lado de fora da loja, bandidos surpreendem vigilante, que levou um tiro de raspão no braço / Foto: Reprodução
assalto caixa eletrônico osasco
Dentro da loja, à esquerda, técnico que fazia manutenção no caixa eletrônico se arrasta pelo chão para fugir do tiroteio após ser atingido de raspão no pé; à direita, funcionária da farmácia corre para os fundos da loja / Foto: reprodução

Os criminosos fugiram levando malotes de dinheiro. Os vigilante e o técnico foram socorridos em um hospital particular de Osasco e passam bem.

publicidade

“Pensei que eu ia morrer”

Funcionários da farmácia e comerciantes vizinhos se recuperam do pânico vivido com o tiroteio. “Pensei que ia morrer, comecei a tremer bastante, chorar, só depois que fui me acalmando”, contou uma delas, ao telejornal “Brasil Urgente”, da Band. “Foram muitos tiros, a gente se jogou no chão, pedi para todo mundo se jogar no chão, a gente ficou em pânico”, relatou outra.

publicidade

Após a fuga, os bandidos abandonaram o carro há cerca de um quilômetro do local do assalto. O veículo passou por perícia em busca de pistas, como impressões digitais, que podem ajudar na busca pelos criminosos. Não foi divulgado se o carro era roubado. (Com informações do “Brasil Urgente”)

Comentários