Prefeito de Cotia peita Doria e permite abertura do comércio em geral no Natal e Ano Novo

"Quero dizer a vocês: vamos trabalhar tranquilos, vamos manter todos os protocolos de higiene e segurança", declarou Rogério Franco.

0
rogerio franco cotia
O prefeito de Cotia, Rogério Franco

O prefeito de Cotia, Rogério Franco (PSD), anunciou nesta quinta-feira (24) que o município não vai acatar determinação do governador João Doria (PSDB) que proíbe o funcionamento do comércio considerado não essencial nos dias 25, 26 e 27 de dezembro e 1, 2 e 3 de janeiro.

publicidade

“Para que não haja prejuízo às atividades econômicas de nossa cidade, vamos manter Cotia na fase amarela [ do Plano São Paulo]”, declarou o prefeito.

“Nós não vamos acompanhar o Plano São Paulo, tendo em vista todas as nossas ações do combate à covid-19 e a nossa cidade está equilibrada nas questões das contaminações e casos. Quero dizer a vocês: vamos trabalhar tranquilos, vamos manter todos os protocolos de higiene e segurança, com distanciamento, uso de máscara, uso de álcool em geral. Vamos trabalhar, mas mantendo os protocolos de segurança”, completou Rogério Franco.

publicidade

Segundo dados da Prefeitura, Cotia registrou, até a manhã de quarta-feira (23), 6.079 casos confirmados e 237 mortes com confirmação de covid-19.

publicidade
covid-19 cotia
Reprodução

O governo Doria afirma que vai acionar na Justiça prefeituras que contrariarem as determinações do Plano São Paulo.

Pela determinação do governo estadual, nos dias 25, 26 e 27 de dezembro e 1, 2 e 3 de janeiro, o atendimento presencial estará proibido em shoppings, lojas, concessionárias, escritórios, bares, restaurantes, academias, salões de beleza e estabelecimentos de eventos culturais. Farmácias, mercados, padarias, postos de combustíveis, lavanderias e serviços de hotelaria estarão liberados.

Nos demais dias, todo o estado continua na fase amarela, a terceira das cinco estipuladas pelo Plano SP.

Comentários