Prefeito de Itapevi espera vacinar professores e diz que aulas devem voltar em 23 de fevereiro

“Itapevi não terá pressa e não fará loucuras para retomar as suas atividades, principalmente na educação", declarou Igor Soares (Podemos)

0
Itapevi
Prefeito Igor soares podemos) durante live transmitida nas redes sociais, nesta segunda-feira (18) / Foto: Reprodução

O prefeito de Itapevi, Igor Soares (Podemos), anunciou, na noite desta segunda-feira (18), que o município deve iniciar a vacinação contra a covid-19 esta semana. “A gente prevê que a cidade receba as doses vacinas nos próximos três dias. Ou seja, assim que recebermos, nós vamos vacinar os nossos profissionais de saúde, tanto aqueles que trabalham na rede pública como na rede privada”, declarou Igor, em uma live transmitida das redes sociais na noite desta segunda-feira (18).

publicidade

De acordo com o prefeito, Itapevi terá 15 pontos de vacinação instalados nas Unidades Básicas de Saúde. Além disso, a partir desta terça-feira (19), os profissionais da saúde começaram a receber treinamentos para a aplicação o imunizante.

Durante a live, o prefeito ressaltou que os profissionais da saúde serão os primeiros a receber o imunizante, conforme as determinações e tabelas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O município espera ainda que os profissionais da educação sejam imunizados também nesta primeira fase.

publicidade

“Vamos trabalhar muito para que os professores sejam vacinados em um segundo momento. Também nesta primeira etapa, claro, se a gente receber um segundo lote. Se der para incluir nesse primeiro lote, vamos incluir. E depois, os moradores com mais de 75 anos e assim por diante”.

Igor Soares afirmou que assim que Itapevi tiver ciência da quantidade exata de imunizantes deste primeiro lote prestes a chegar, novas informações serão divulgadas nos portais oficiais da Prefeitura, como tabela de faixa etária para a vacinação e endereço dos postos de saúde.

publicidade

Aulas em 23 de fevereiro

Com relação à retomada das aulas presenciais, Igor Soares afirmou que a data prevista é dia 23 de fevereiro. No entanto, a data pode sofrer alteração, levando em conta ao quadro da pandemia no município. “Até lá, se Deus permitir, teremos conseguido vacina suficiente para inciar a vacinação nos professores da rede municipal”, disse.

“As crianças ficaram praticamente o ano de 2020 todo sem aula e isso prejudica muito no crescimento e desenvolvimento de todos os fatores que as preparam para o futuro, porém precisamos entender que temos nossos professores, muitos acima dos 60 anos ou que tem alguma comorbidade”, explicou o prefeito.

Dos mais de 2 mil professores da rede municipal de Itapevi, 600 tem mais de 60 anos ou apresentam alguma comorbidade, o que impediriam de voltarem às salas de aula, segundo Igor. “Nós teríamos condições de iniciar as aulas no dia 1° de fevereiro, mas colocaríamos em risco a saúde dessas pessoas”.

Para o início das aulas presenciais, os profissionais da educação receberão treinamento e capacitação para que possam seguir todos os protocolos contra a covid-19 junto aos alunos. Além disso, as escolas receberão totens de álcool gel e a Prefeitura deve distribuir máscara para todos os alunos.

“Itapevi não terá pressa e não fará loucuras para retomar as suas atividades, principalmente na educação. Todas as decisões são pautadas em respeito à vida. Afinal de contas, foram mais de 270 vitimas do coronavírus em nossa cidade e quero me solidarizar a todos que perderam entes queridos. É algo que vamos lembrar para o resto de nossas vidas, mas lembraremos também que nós conseguiremos recomeçar juntos”, destaca.

Plano de ajuda econômica

Ainda na live, o prefeito nunciou que enviará para a Câmara Municipal de Itapevi um projeto de lei que cria o Plano de Ajuda Econômica para os comerciantes e demais contribuintes. O texto, que será pautado já na primeira sessão, prevê o pagamento dos impostos atrasados (IPTU, ISS entre outras taxas recolhidas pelo município) sem juros e multa, podendo ainda serem parcelados.

“Assim que retomarmos as sessões na Câmara, em 2 de fevereiro, esse projeto será aprovado. Nós vamos superar essa crise, que é uma crise que jamais esperaríamos passar. Nos últimos 100 anos, o mundo não viveu uma crise como esse, mas nós vamos vencer”, finaliza o prefeito.

Comentários