Prefeitura de Osasco inicia obras de urbanização integrada do Rochdale

Prefeitura de Osasco inicia obras de urbanização integrada do Rochdale

0
Compartilhar
O prefeito Jorge Lapas e o ministro Gilberto Kassab durante apresentação do projeto à população, no sábado, 1º Q/ Foto: Filipe Nunes

“Com as obras de urbanização do Jardim Rochdale, os alagamentos e enchentes serão uma página virada na história da Osasco porque nunca mais voltaremos a ver novos estes acontecimentos”. Esta foi a frase dita pelo prefeito de Osasco, Jorge Lapas, durante o evento oficial de ínicio das obras de urbanização integrada do Rochdale, ocorrida no sábado, 1º de agosto, na avenida Brasil com a rua Cuiabá. A ação acontece em parceria com o Governo Federal, por meio do Ministério das Cidades.

O prefeito Jorge Lapas e o ministro Gilberto Kassab durante apresentação do projeto à população, no sábado, 1º Q/ Foto: Filipe Nunes
O prefeito Jorge Lapas e o ministro Gilberto Kassab durante apresentação do projeto à população, no sábado, 1º/ Foto: Filipe Nunes

A intervenção é “um momento importantíssimo na história da cidade de Osasco e um marco no enfrentamento da problemática das enchentes na região metropolitana de São Paulo”, reforçou o ministro das Cidades, Gilberto Kassab.

Durante o evento oficial, o público presente assistiu ao vídeo sobre o “Projeto de Urbanização Integrada do Rochdale” em um grande telão. Houve ainda a promoção também das atividades na “Rua de Lazer”, com a pista de orientação para o trânsito, stand da Sabesp, ações lúdicas para crianças, como pintura nos rostos, instalação de mesas de tênis de mesa, xadrez gigante, pula pula, tobogã e diversas atrações artísticas, musicais e danças.

A estimativa da GCM de Osasco (Guarda Civil Municipal) é de que cerca de 5 mil pessoas estiveram no evento, que transcorreu com segurança sem nenhum incidente.

O projeto
Os recursos utilizados pela Prefeitura para executar o projeto de “Urbanização Integrada do Rochdale” são provenientes do PAC 2, do Governo Federal. O início do processo, que antecede o início das obras, transcorre há alguns anos. Neste período, houve as etapas de elaboração do projeto, busca pelos recursos, liberação de licenças ambientais junto ao Estado, licitação e contratação dos serviços de execução.

Antes do ato oficial, o prefeito Jorge Lapas, acompanhado de sua esposa, a primeira dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Sandra Missiano Lapas, e sua filha, Débora Lapas, visitou alguns dos locais de obras, conversou com sua equipe técnica e orientou sobre as melhores medidas de trabalho. O prefeito dialogou com moradores e comerciantes, explicou sobre as adequações promovidas e ouviu sugestões de melhorias para a cidade.

Durante a solenidade, o secretário de Habitação e Desenvolvimento Urbano de Osasco, Sérgio Gonçalves, explicou que serão investidos mais de R$ 80 milhões em recursos e mais de 1,5 mil famílias deixarão de morar ao lado do Braço Morto do rio Tietê para viverem em novos apartamentos.

“O bairro do Rochdale não aparecerá mais na imprensa como assunto negativo relacionado às enchentes. Teremos 40% do esgoto na zona Norte tratado e muita infraestrutura de serviços públicos na área esportiva e de lazer. Este era um sonho que com muita luta conseguimos realizar”, declarou.

O ministro das Cidades, Gilberto Kassab, destacou a parceria com a Caixa Econômica Federal, que apoia o governo federal, sendo intermediária dos recursos e parabenizou a parceria com a administração. “Hoje, damos um passo importante no sentido de fortalecer a qualidade de vida das pessoas no Rochdale. Novas moradias, canalizações de córregos são algumas das ações que demonstram a preocupação dos governos federal e municipal com o bem estar da população”, destacou.

Já o prefeito Jorge Lapas fez questão de demonstrar a amplitude do objetivo do projeto de urbanização integrado. “Temos como foco a melhoria da qualidade de vida das pessoas e a ampliação da infraestrutura local. Não basta levarmos água e esgoto tratados para a região. É preciso que reassentemos e abramos vias beneficiando os moradores e comerciantes nas adjacências”, explicou.

As obras de urbanização têm como propósito canalizar 2,5 km de extensão do Braço Morto do rio Tietê nas extensões do córrego Rico e Baronesa. Em paralelo à canalização será construído um coletor tronco para coleta e afastamento dos esgotos, que serão direcionados à Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Sabesp.

Na questão da mobilidade urbana, o projeto prevê a abertura de duas novas avenidas, totalizando 2,5 km de novas vias ligando o Rochdale ao Parque Mazzei e Industrial Anhanguera e Bonança. O novo acesso viário será implantado entre as avenidas Presidente Kennedy e Presidente Médici, contemplando as conexões com as vias existentes como a avenida Bandeirantes. Serão três vias de circulação: duas para veículos e uma para coletivos. Ou seja, será implantado um corredor exclusivo de ônibus nas duas novas avenidas.

Também está prevista a implantação de um parque linear com áreas de lazer e quadras poliesportivas no Rochdale. No futuro, uma terceira ponte será construída sobre o rio Tietê com a formação de um eixo estrutural que ligará a zona Norte à zona Sul da cidade, haverá, deste modo, uma interligação do Centro da cidade até a rodovia Anhanguera. A melhoria promoverá integração com as vias já existentes e a rodovia Presidente Castelo Branco.

“Essas ações promoverão oportunidades de desenvolvimento, encurtamento de distâncias e maior mobilidade urbana. A obras eliminarão áreas de risco e permitirão a recuperação ambiental das margens dos córregos. Nossas obras beneficiarão diretamente cerca de 11 mil famílias”, destacou o prefeito em descerramento da placa.

Nas obras de urbanização integrada do Rochdale também estão incluídas a construção de apartamentos para 1,5 mil famílias cadastradas pela Prefeitura em programas de habitação. As primeiras famílias pegaram as chaves dos novos 200 apartamentos do Conjunto Flor de Lis, no Jardim Belmonte, em março deste ano. Na ocasião, outras 100 famílias que viviam em área de risco no Jardim Santa Rita também de mudaram para o mesmo local.

Compartilhar

Comentários