Prefeitura exige retirada de máquinas de vale-troco nos ônibus de Carapicuíba

3

Na última semana, a empresa de ônibus ETT implantou máquinas de vale-troco em alguns veículos da frota, sem o conhecimento ou autorização da Prefeitura de Carapicuíba. O novo sistema gerou reclamações de passageiros, pois os usuários não recebem seu troco e, sim, uma filipeta para pegar as moedas em um dos pontos de troca ou juntar esses “vales-troco” para utilizar como nova passagem.

publicidade

Após tomar conhecimento do caso, a Prefeitura de Carapicuíba exigiu a retirada das máquinas pela empresa de ônibus. A ETT tem o prazo até o fim de outubro para remover o sistema e voltar com os cobradores.

“A população tem o direito de escolher o ônibus de qual empresa ela deve embarcar. Da forma que implantaram, as pessoas iriam ficar refém para juntar o vale-troco por uma nova passagem. Por isso, tomamos essa providência e a empresa tem até o fim do mês para retirada de todas máquinas e colocar cobradores em todos os ônibus”, afirma o secretário de Transportes e Trânsito Alexandre Rodrigues.

publicidade

Comentários

publicidade

3 COMENTÁRIOS

  1. boa noite deveria também contratar uma empresa de dedetização pra acabar com batatas , formigas e outros insetos que diariamente eu vejo att : o dependente

  2. Um absurdo temos que ficar refém de um só transporte!
    E sobre o que a Débora acima disse sobre o motorista virar cobrador concordo muito. Hj mesmo peguei um ônibus lotado e paguei a minha passagem porém além do motorista ter que prestar atenção no trajeto e no troco o mesmo também não se lembrava que já havia pagado a minha condução a ele! Uma vez que paguei e tive que ficar na frente pois o ônibus estava lotado e na minha hora de passar para trás ele não se lembrava.
    A minha sorte era que duas pessoas viram que paguei e que não estava agindo de má fé!!!

  3. Carapicuiba assim como tantas outras cidades, são reféns dos proprietários de empresas de ônibus.
    Eles fazem o qur querem e nada acontece. ótimo que pelo menos uma vez a prefeitura se colocou ao lado dos munícipes.
    Gostaria de aproveitar e deixar um.comentário. ..Acho e tenho certeza que muitos compartilham comigo está indagação.
    ” O motorista por definição tem a obrigação de conduzir veículos e não a de ser também o cobrador. salvo se eu estiver enganada, quando o motorista e também o cobrador, ele está em desvio de função é acúmulo de cargo dentro da mesma empresa. Não é isso?
    É como usuária do sistema de transporte, faço a pergunta, o motorista tem que conduzir o carro, tem que ser o cobrador, se tiver passageiro com cadeira de rodas o motorista tem que sair do seu assento e ir o operar a plataforma para qur o cadeirinha adentre a condução, ele precisa se atentar a passageiros especiais (gestantes, idosos, oficiais etc)…TodaSe estas atividades não tiram a concentração do motorista?
    E porque os sindicatos, que só querem saber de receber, nunca se posicionaram em favor dos motoristas?

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPolícia diz que jovem marcada com suástica se automutilou
Próximo artigoMárcio França participa de aula de programa de qualificação para jovens em Carapicuíba