Procon aumenta fiscalização nos comércios de Carapicuíba após denúncias de preços abusivos

0
Procon aumenta fiscalização nos comércios de Carapicuíba após denúncias de preços abusivos
Foto: reprodução

A Prefeitura de Carapicuíba e técnicos da Fundação Procon-SP estão visitando estabelecimentos comerciais para combater preços abusivos denunciados por consumidores durante o período de quarentena.

Desde o início da pandemia do novo coronavírus (covid-19), os munícipes têm enfrentado problemas com abuso de preços nos produtos, como álcool em gel e botijão de gás.

Na segunda-feira (6), uma reportagem do “Brasil Urgente”, da Band, denunciou também preços abusivos cobrados em itens essenciais nos supermercados da cidade (veja o vídeo abaixo).

Publicidade

O pacote de papel higiênico com 32 rolos foi encontrado nas prateleiras por mais de R$ 40. Já o pacote de cinco quilos de arroz está sendo vendido por quase R$ 20. Entre outros produtos, os consumidores reclamaram também do aumento no preço do feijão e do leite.

Para combater a cobrança excessiva praticada por esses estabelecimentos comerciais, as ações de fiscalização no município serão intensificadas durante o período de pandemia.

Em Carapicuíba, os consumidores podem denunciar a venda de produtos com preços abusivos pelo telefone 151. A denúncia também pode ser feita online, basta enviar uma mensagem, com a foto e endereço do estabelecimento, via inbox para a página da Prefeitura no Facebook ou para o e-mail proconcarapicuiba@gmail.com.

Leia também: 

Governo transfere PIS/Pasep para o FGTS e vai permitir saque de R$ 1.045

Auxílio-doença: trabalhadores afastados podem receber salário mínimo antes da perícia

Comentários