Rogério Lins confirma quarentena em Osasco até dia 10 e convoca empresários para discutir reabertura do comércio

0
Foto: Lucas Alves/Visão Oeste

O prefeito de Osasco, Rogério Lins, assinou o Decreto 12.484/2020, que estende a quarentena no município até o dia 10 de junho. A partir desta quinta-feira (4), a Prefeitura vai receber representantes de diferentes setores na cidade para que possam apresentar propostas que viabilizem a reabertura gradual do comércio após essa data.

publicidade

Os projetos devem ser apresentados exclusivamente por entidades representativas de cada setor, como sindicatos e associações, que devem levar as propostas à Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico, na avenida Lázaro de Melo Brandão, 300, na Vila Campesina.

De acordo com o decreto, a Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico ficará responsável por enviar todas as propostas ao Comitê Covid, que vai analisar e apresentar as conclusões ao prefeito Rogério Lins.

publicidade

Somente a partir do dia 10 de junho, a Prefeitura de Osasco vai apresentar as fases de retorno parcial e gradativo das atividades baseadas nas propostas. A administração municipal destaca que pode haver alteração na data prevista para a reabertura do comércio, caso haja a evolução da pandemia.

Protocolos de reabertura gradual das atividades em Osasco

Os projetos apresentados pelas entidades representantes das atividades comerciais em Osasco devem conter ao menos 17 exigências listadas no decreto municipal, com critérios de distanciamento entre as pessoas e a limitação do número de funcionários e clientes nos estabelecimentos.

publicidade

Entre as exigências, também estão o fornecimento de equipamentos de proteção individual recomendados para funcionários e clientes, regras de higienização dos ambientes e dos produtos, regras de controle para evitar a entrada de sintomáticos (medição de temperatura), além de horários alternativos para abertura e fechamento dos comércios, a fim de diminuir o número de pessoas no transporte coletivo.

Os comércios deverão se comprometer a colocar informações diárias sobre todos os colaboradores no aplicativo Saúde Osasco. Deverão conter protocolos de afastamento de funcionários assintomáticos e dar tratamento especial para clientes e colaboradores do grupo de risco, assim como promover a flexibilização para funcionários que tenham filhos ou idosos que precisam ser acompanhados.

As propostas devem conter ainda protocolos que obriguem os comércios a fixar cartazes para conscientização, denúncia de irregularidades, regras de funcionamento durante a pandemia, e mensagens audiovisuais para lembrar clientes e colaboradores sobre a higienização das mãos.

Comentários