Rogério Lins descarta suspender ônibus em Osasco: “Podem precisar para buscar atendimento médico”

0
ônibus
Foto: reprodução

O prefeito de Osasco, Rogério Lins, descartou, pelo menos por enquanto, a suspensão do transporte público municipal, como anunciaram cidades do ABC Paulista para reforçar o combate à proliferação do novo coronavírus (covid-19).

publicidade

“Por enquanto, não suspenderemos, porque na cidade nem todos têm carro e podem precisar do transporte para, por exemplo, buscar atendimento médico”, disse, em vídeo transmitido ao vivo em seu perfil oficial no Facebook na noite desta quarta-feira (18).

Nesta quarta, as sete cidades do ABC Paulista anunciaram a suspensão gradual do transporte coletivo municipal até o dia 28 de março. A partir do dia 29, não haverá ônibus em circulação. “A partir do dia 29 de março a suspensão passa a ser total, por período indeterminado”, diz um trecho da nota oficial divulgada pelo Consórcio.

publicidade

“A medida faz parte de um grande esforço regional para conter o avanço do covid-19, que configura uma das maiores crises sanitárias do mundo. O momento pede união, solidariedade e empatia. Vamos vencer mais este desafio”, escreveu Paulo Serra (PSDB), prefeito de Santo André, em uma rede social.

Combate ao coronavírus em Osasco

O prefeito de Osasco anunciou ainda novas medidas de combate ao coronavírus no município. Entre elas, a implantação de 40 novos leitos no segundo andar do Pronto-Socorro do Jardim D’Abril, para atender casos em que haja a necessidade de isolamento. A previsão da Prefeitura é de que as obras sejam concluídas entre 15 e 20 dias.

publicidade

A administração municipal também definiu que a Escola Municipal de Educação Especial, Edmundo Campanhã Burjato, no Jardim Cirino, será um ponto de atendimento exclusivo crianças e adolescentes.

A partir do dia 27 de março, a cidade contará com novos pontos de atendimentos de casos suspeitos. São eles: os prontos-socorros do Jardim Santo Antônio, na zona Sul, e Osmar Mesquita, na zona Norte; seis Unidades Básicas de Saúde (os locais ainda serão definidos) e o Centro de Atenção ao Idoso, que fica em Presidente Altino.

Os endereços citados contarão com com respiradores, exames laboratoriais e leitos destinados à internação. Nas UBSs também haverá coleta para exames laboratoriais, segundo a Prefeitura.

Casos do novo coronavírus (covid-19) em Osasco:

Segundo o boletim diário divulgado pela Prefeitura, o número de casos suspeitos até ontem, é de 91. Destes, 65 estão sendo analisados e 26 já foram descartados.

Até o momento, a cidade registrou quatro casos “potencialmente confirmados”. O prefeito afirmou que são “pessoas que não fazem parte do grupo de risco”.

Um novo boletim será divulgado pela administração municipal nesta quinta-feira.

Comentários