Secretário de Cultura peita vereadores: “censura, em Osasco, nunca mais”

Secretário de Cultura peita vereadores: “censura, em Osasco, nunca mais”

60
Compartilhar

Alvo de críticas da bancada evangélica da Câmara de Osasco, que chegou a pedir sua demissão, o secretário de Cultura, Gustavo Anitelli, rebateu às críticas dos vereadores em vídeo postado na noite desta sexta-feira, 20, no Facebook: “Censura, em Osasco, nunca mais”.

Publicidade

O secretário foi duramente criticado após a Secretaria de Cultura apoiar a apresentação de uma peça de teatro na qual um policial aparece vestido de mulher e um evento no qual um cartaz de divulgação mostra um beijo entre os super-heróis Batman e Super Homem.

“Não posso aceitar, nem permitir, que a  Secretaria da Cultura apoie esse tipo de manifestação. Não quero que exijam que eu concorde com essa representação”, disse o vereador Rogério Santos, segundo o Diário da Região.

Anitelli destacou que, enquanto é alvo de críticas por apoiar manifestações artísticas, lançava o programa Nenhuma Vida a Menos em um bairro periférico da cidade onde 11 jovens foram assassinados no início do ano.

Publicidade

“É interessante esse momento do país, onde tem gente que se choca mais com uma manifestação artística, uma vestimenta feminina num policial, numa policial, do que com o assassinato da juventude osasquense”, declarou Anitelli.

“Manifestação artística a gente não censura. Censurar manifestação artística é censurar a pluralidade de ideias”, emendou o secretário de Cultura. “Não podem me condenar pelas virtudes do trabalho que a gente tem feito, que é de liberdade, diálogo e jamais aceitar
censura ou corrupção”.

Ele afirmou ainda que, apesar dos ataques dos parlamentares à comunidade LGBT, “Vai ter, sim, Semana da Diversidade, dando peso ao debate LGBT na cidade de Osasco, de 7 a 11 de novembro”.

Compartilhar

Comentários

5 Comentários

  1. Parabéns Gustavo ANITELLI pelo lindo trabalho que tem desenvolvido e em particular se preocupar com os jovens periféricos da nossas cidade que sofrem por preconceitos de VERIADORES QUE NÃO CONHECE A REALIDADE É NECESSIDADE DA CIDADE, A PROVA É QUE SE IMPOTA EM SENSURAR UM PROJETO NEM UM JOVENS A MENOS, NÃO TEM O Q FZR, VERIADORES VÃO NÓS POSTOS DE SAÚDE CONHECER A REALIDADE QUE A POPULAÇÃO ENFRENTA, VÃO DENTRO DAS UNIDADES SENTIR AS SITUAÇÕES PRECÁRIAS QUE TDS OS FUNCIONÁRIOS TEM QUE ENFRENTAR TDS OS DIAS E VCS SÓ POSTAM FTS NAS REDES SOCIAIS E VEM COM PRECONCEITOS FALAR DE RAIO DE RELIGIÃO VÃO PROCURAR O QUE FAZER, GUSTAVO TRABALHAR MUITO BEM E ESTAR DE PARA…

  2. Isso tá mais pra uma promoção de comportamento gay que de arte… Parece que estão querendo dizer: hetero? que nada, o legal é ser gay… Estranho é que esse movimento polêmico. Estão surgindo da esquerda justamente num momento em que estão enfraquecido devido a escândalo de corrupção junto a opinião publica

  3. Sério, não sou contra gays e tal… mas cara… parem de forçar a amizade ninguém é contra, somos contra vocês enfiarem isso como querem! forçam a barra! o que achariam de uma “arte” ou manifestação heterossexual? iam gritar que é imposição, vamos ter a semana hetero? o que acham?
    Agora aos VAGABUNDOS que cometem latrocínio a torto e a direito tem mais que morrer não interessa se é menor! “assassinato da juventude osasquense” MEU OVO!
    não tem esse papo de marginalizado populistas! eu sou do jd conceição! morava no barro! nunca fui indicado por ninguém! cheguei aqui adolescente vindo do mato! nunca roubei ninguém! nóia tem mais que morrer!
    estudei na escola mais violenta, na época, e sou preguiçoso, mas com o mínimo esforço consegui um ótimo trabalho! todos podem, NÃO TEM DESCULPA!

  4. Nossa que ponto chegamos, entendo e respeito que as pessoas fazem o que querem e como querem, sejam o que quiserem, agora realizar “Semana da Diversidade”???

    Essa mesma diversidade que um dia quase me matou junto com minha esposa, depredando meu carro conosco dentro pelo simples fato de estarmos passarmos na rua que estava tomada por este grupo LGBT, local este a praça Padroeira do Brasil, que estava viraram na época antro de prostituição infantil e Atos libidinosos à céu aberto, passei recentemente e é nítido que reduziu esses fatos ultimos citados, mais deve ter sido pelo fato de ter aumentado outros estabelecimentos comerciais no local.
    Resumindo: meu carro tive que arrumar e agora são gratificado com semana de comemoração da suas falta de pudor e desrespeito ao próximo.

    Já pensou em realizar atividades com crianças, jovens e adultos osasquenses, tenho certeza que muitos desses nunca tiveram oportunidade de conhecer o teatro municipal, o museu, a historia da cidade e suas culturas ancestrais, até porque isso na escola municipais e outras da cidade não ensinam. Ou juntem-se secretaria da Cultura e Esporte realizem e/ou tragam atividades esportivas para aproximar as crianças do esporte e afastar da criminalidade e das drogas, gastam dinheiro público com o que realmente interessa, não com estas futilidades.

Faça seu comentário

Mais notíciasPrefeitura de Carapicuíba abre concurso público com 91 vagas
Mais notíciasPrefeitura de Osasco abre processos seletivos com 289 vagas