Início Política Sem consultar Bolsonaro, vice entra na Justiça para substitui-lo nos debates

Sem consultar Bolsonaro, vice entra na Justiça para substitui-lo nos debates

1
bolsonaro mourão

A situação delicada do candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL), que se recupera no hospital após levar uma facada, na última quinta-feira (6), atiçou o vice na chapa, general Mourão, e o partido dele, o PRTB.

publicidade

Mourão reclamou de “vitimização”, disse que a discussão sobre a facada “já deu o que tinha que dar” e, sem o consentimento de Bolsonaro e de seus familiares, acionou o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedindo para substitui-lo nos debates.

“Não sou ventríloquo do Bolsonaro, mas a gente não pode deixar espaço vazio porque espaço vazio é ocupado”, defendeu Mourão, chamado nesta quarta-feira (12) de “jumento de carga” por Ciro Gomes, candidato à presidência pelo PDT.

publicidade

O presidente do PRTB, Levy Fidelix declarou, ao Valor Econômico, que Bolsonaro ainda corre risco e Mourão é preparado para assumir o protagonismo. “Neste momento o Mourão pode ficar como [candidato a] presidente. O Bolsonaro pode ficar 40 dias no hospital, não vamos perder esse tempo todo”, afirmou.

A expectativa é que o presidenciável, internado no Hospital Israelita Albert Einstein, só volte a fazer campanha após o primeiro turno.

publicidade

Comentários