Subsecretário de Segurança de Jandira diz que se fingiu de morto para escapar de atiradores

0
subsecretário jandira atentado
Alex Sandro Baim está internado / Fotos: Reprodução/Record TV

O subsecretário de Segurança Pública de Jandira, Alex Sandro Baim, que foi vítima de um atentado na última quinta-feira (23), falou pela primeira vez após o ocorrido. Ele, que está internado, disse que só conseguiu escapar com vida porque se fingiu de morto.

publicidade

Em reportagem exibida no sábado (25), no “Cidade Alerta”, da Record TV, Alex Sandro detalhou a ação dos atiradores, que o surpreenderam quando passava em sua BMW na avenida Dr. Humberto Gianella, no Jardim Belval, em Barueri. “O primeiro tiro já pegou no meu pescoço. A minha mão, involuntária, ficou mexendo”, explicou, em áudio.

“O que eu pude fazer, porque eles passaram e deram sete tiros, eles estavam de moto sentido a Castello Branco, e depois voltaram e deram mais três. O que eu pude fazer foi me fingir de morto para que eles pudessem ir porque eles deram mais tiro, um pegou no meu ombro de raspão e outro próximo ao banco do passageiro, onde eu caí e me fingi de morto”, continuou.

publicidade
atendado jandira
Reprodução

O subsecretário municipal disse que ficou consciente a todo momento, mesmo ferido. Ele confirmou que estava armado, mas não conseguiu se defender porque não havia munição no revólver, que é registrado em seu nome. “[Momentos antes do atentado] Eu estava na minha sala na Prefeitura e tem pessoas que tem medo porque já teve um incidente anos atrás, então eu tiro o pente carregado e coloco no bolso, ela fica descarregada. Só percebi que estava desmuniciada na hora que os tiros vieram na minha direção, só que foi muito rápido e não consegui, não tinha tempo nem de sacar [a arma]”, explicou.

De acordo com o político, foram 10 disparos efetuados contra o seu carro de luxo. Ele foi socorrido pelo SAMU e encaminhado pelo helicóptero Águia da Polícia Militar para um hospital, onde permanece internado.

publicidade

“Vai prestar contas com Deus, não comigo”

Já em um vídeo exibido na reportagem, direto do hospital, Alex Sandro conta que recebeu um livramento e por este motivo está vivo. “Eu falei há uns dias, que mil cairiam ao meu lado e 10 mil a direita, mas eu não seria atingido porque Deus está comigo. Deus permitiu que eu fosse atingido para mostrar que ele é Deus. Ele estava lá no momento em que eu precisei. Eu tive a mão dele me protegendo. Foram 10 disparos, somente um quase atingiu a minha coluna e ainda assim, passou ao lado, milímetros”, explicou.

alex sandro baim atentado jandira
Reprodução/Record TV

O subsecretário municipal também aproveitou para mandar um recado aos autores do ataque: “Você que fez isso, eu te perdoo. Você vai prestar conta com Deus, não é comigo. Eu te perdoo”, finalizou.

A polícia investiga a motivação do crime. Jandira tem um histórico de atentados a tiros contra políticos. Entre as vítimas, em 2010, o então prefeito Braz Paschoalin (PSDB) foi executado na entrada de uma rádio. Ex-vereadores, suplente de vereador e o pré-candidato a prefeito Luiz Decarli Filho, o Goiaba, em 2011.

Comentários