“Tipo de comércio que não interessa a Osasco”, dizem vereadores sobre Shopping 25 de Março no Centro

3
Shopping 25 de Março osasco
Na Capital, empreendimento ligado ao empresário Law Kin Chong já foi fechado diversas vezes por acusações de contrabando

Gerou polêmica na Câmara de Osasco esta semana uma Moção de Aplauso pela chegada de uma filial do Shopping 25 de Março à cidade. O empreendimento está em construção no prédio do antigo Cine Glamour, no Centro.

publicidade

Os críticos se dizem contra a vinda do Shopping 25, ligado ao empresário Law Kin Chong, devido às acusações de contrabando e à demolição do edifício do antigo cinema, que fez história na cidade. Já o autor da moção, Pelé da Cândida (PSC), disse que o empreendimento vai gerar emprego, renda e facilidade aos consumidores da cidade e que o prédio do Cine Glamour “estava morto, defasado”.

Alex da Academia (PDT), Tinha Di Ferreira (PTB) e Jair Assaf (PROS) fizeram duras críticas ao Shopping 25. “Não precisamos desse tipo de comércio dentro do nosso município”, afirmou Alex. Tinha declarou que “esse é o tipo de comércio que não interessa para a cidade”. Assaf avaliou que “o empreendimento “não traz nenhum benefício para a cidade, pelo contrário”.

publicidade

Já Pelé da Cândida defendeu o futuro Shopping 25: “Gera renda para nossa cidade, facilita a vida do nosso povo, do povo das cidades vizinhas, que fazem suas compras no Brás. Osasco tem mesmo que abrir as portas para novas empresas, para novos empreendedores. Osasco abriu as portas para Law Kin Chong, mostrando um novo shopping, uma nova história para nossa cidade”.

Pelé definiu Law Kin Chong, acusado pela Polícia Federal de ser o maior contrabandista do país, como “um bom empreendedor”. “Muitas pessoas confundem Law Kin Chong como contrabandista, mas o mesmo tem vários imóveis alugados e nos imóveis que são alugados é que ele tem seu rendimento”.

publicidade

O vereador Antonio Toniolo (PCdoB) lamentou a demolição do prédio do Cine Glamour e disse que o novo empreendimento poderia aproveitar a estrutura do edifício antigo, que fez parte da história da cidade. Toniolo também ponderou: “ninguém é contra vir comércios para a cidade, desde que seja lícito. Não podemos fazer como tem na Galeria Pajé, onde se abre o comércio para mercadorias duvidosas”.

Tinha Di Ferreira criticou não só o Shopping 25 como muitos consumidores que frequentam esse tipo de comércio: “Osasco hoje é a sexta economia desse país, a segunda do estado, tem o segundo maior comércio de rua aberto do país, só perdendo para a [rua] 25 de Março. E, aliás, essa mesma pessoa que está montando aqui esse tipo de negócio é o cria os grandes problemas para a 25 de Março, trazendo a Polícia Federal, o crime, falsificações, um monte de coisa. Não é isso que nós queremos para a nossa cidade. É muito material contrabandeado”. O parlamentar afirmou ainda que quem ganha com esse tipo de comércio em Osasco é “aquele consumidor de má-fé, que quer tomar vantagem, comprar coisas copiadas, falsificadas”.

Alex da Academia emendou: “Nós sabemos que a maioria das mercadorias em galerias como essas têm muitas lojas com mercadorias duvidosas, e não vai ser diferente aqui. Se nós sabemos que um comércio como esse nos traz problema, principalmente com a Justiça, por que deixar se instalar na nossa cidade. Os comerciantes locais já sofrem com comércio irregular no calçadão, imagina com uma galeria como essas…”.

Apesar das críticas, a Moção de Aplauso apresentada por Pelé da Cândida foi aprovada com três votos contrários.

Comentários

3 COMENTÁRIOS

  1. Não tenho muito a falar não! Só lamento pq, enquanto uns se matam de trabalhar para ganhar seu dinheirinho suado..outros querem mais é encher seus bolsos..sejam com o meu suor ou do outro. Esse shopping poderia ser sim muito rentável p o município, desde que fosse legal, mas..pelo andar da carruagem..será rentável, também, p o bolso de muitos vereadores

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorProgramação de cinema do Kinoplex Osasco – de 24 a 30/10
Próximo artigoUNIFIEO celebra 50 anos com lançamento do Vestibular 2020