“Tristeza e indignação”: presidente da Câmara de Osasco critica demissão de Mandetta

0
ribamar silva osasco
O presidente da Câmara de Osasco, Ribamar Silva / Foto: Robson Cotait

O presidente da Câmara de Osasco, vereador Ribamar Silva (PSD), criticou a demissão de Luiz Henrique Mandetta do Ministério da Saúde, pelo presidente Jair Bolsonaro, nesta quinta-feira (16).

publicidade

“Com profunda tristeza e indignação que recebo a notícia da demissão do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. Exerceu um excelente e eficaz trabalho no comando do combate à pandemia do coronavírus no Brasil”, declarou Ribamar, por meio das redes sociais.

“Espero que o presidente da República designe um Ministro que realize um trabalho com técnica e sabedoria da forma que o Mandetta fez com excelência. Você concorda com a decisão? Qual a sua avaliação? Que Deus tenha misericórdia do nosso Brasil”, completou o presidente da Câmara Municipal de Osasco.

publicidade

Mandetta foi demitido após uma série de divergências públicas com Bolsonaro sobre a política de isolamento social como forma de combate à disseminação do novo coronavírus (covid-19). O ex-ministro defende o isolamento total, como recomenda a Organização Mundial de Saúde (OMS) e o presidente, só para os grupos de risco, a fim de amenizar os dados da quarentena à economia.

publicidade

O novo ministro, o médico oncologista Nelson Teich, já escreveu artigos defendendo o isolamento total, mas aparenta ter perfil mais conciliador e declarou que o aspecto econômico não pode ser ignorado.

Comentários