Viaduto em Quitaúna deve ser entregue no segundo semestre, diz Prefeitura de Osasco

0
viaduto quitauna osasco
Marcelo Deck / Reprodução

A obra do viaduto de acesso ao Conjunto Habitacional Miguel Costa, em Quitaúna, deve ser concluída no segundo semestre, segundo a Prefeitura de Osasco. A obra beneficiará diretamente e de imediato as 960 famílias que moram no residencial.

publicidade

O prefeito Rogério Lins (Podemos) visitou as obras na quarta-feira (12), acompanhado do secretário de Habitação, Pedro Sotero. No momento, as equipes trabalham na implantação dos pilares de sustentação do viaduto, que ligará a Rua Marechal Edgar de Oliveira ao conjunto habitacional, passando sobre a Avenida dos Autonomistas e os trilhos da CPTM. A área próxima ao empreendimento também recebe intervenções para construção de um sistema viário, que ajudará a organizar o fluxo de veículos.

“Uma obra muito esperada pelos moradores aqui do Miguel Costa, e que quando entregue irá facilitar muito o dia a dia de todos”, disse Rogério Lins.

publicidade

A estrutura do viaduto, previsto ser entregue em setembro, foi projetada para suportar veículos de até 60 toneladas e a estimativa é de que passem pelo local diariamente 1.150 veículos leves, além de linha urbana de ônibus.

O Conjunto Miguel Costa

Entregue em 2018 pela administração municipal, o Conjunto Habitacional Miguel Costa beneficia 960 famílias. Como o residencial fica numa área ao lado do Quartel do Exército e atrás dos trilhos da CPTM, havia um impasse em relação ao acesso dos moradores.

publicidade

Para que os moradores pudessem acessar seus apartamentos, foi construída uma passarela sobre os trilhos. Porém a travessia de veículos passando pelos trilhos é feita de forma muito restrita e só com autorização da CPTM. Quando o viaduto for entregue, os moradores do Miguel Costa terão livre acesso ao residencial.

Comentários