“Victor foi assassinado por um policial”, diz suposta testemunha ao “Cidade Alerta”

“Victor foi assassinado por um policial”, diz suposta testemunha ao “Cidade Alerta”

0
Compartilhar
victor cotia
Reprodução/Record TV

Uma suposta testemunha afirmou, ao “Cidade Alerta”, que Victor Ferreira Freitas foi morto por um policial. O rapaz de 20 anos está desaparecido desde a manhã do dia 10, sábado, após sair de uma festa na região onde mora, o Parque Miguel Mirizola, em Cotia.

“O que eu sei é que ele foi assassinado por um policial”, afirmou a suposta testemunha, uma mulher que não quis ser identificada por medo, ao telejornal da Record TV, em reportagem exibida nesta quarta-feira (21) – assista abaixo.

“Nessa que ele [Victor] foi comprar um maço de cigarro, já pegaram ele. Policiais pegaram ele. Colocaram num [carro] descaracterizado”, relatou.

Publicidade

De acordo com a mulher, outras pessoas também teriam informações sobre o envolvimento de policiais no sumiço de Victor, mas mantêm o silêncio por medo.

O caso é investigado pelo Setor de Homicídios de Barueri. A Corregedoria da PM também estaria colhendo informações sobre o caso, segundo o “Cidade Alerta”.

Publicidade

Buscas com cães farejadores foram feitas nos últimos dias em áreas de mata onde há suspeitas de que o corpo de Victor possa ter sido deixado após ele ser assassinado, mas nada foi encontrado.

A família mantém esperanças de que o jovem seja encontrado com vida. Nas redes sociais, parentes do jovem questionam a veracidade das informações passadas pela suporta testemunha ao telejornal.

Victor foi visto pela última vez pouco depois das 7h30 do dia 10, junto a um colega chamado Jean, que nega envolvimento no desaparecimento do rapaz.

Após o desaparecimento, foram enviadas mensagens de WhatsApp do celular dele a diversos contatos. Entre elas, uma destinada ao pai diz: “Pai, fiz besteira”. Também foram enviadas mensagens desconexas a uma amiga. Entre elas, uma diz: “a polícia pegou meu dinheiro”. No diálogo, ela questiona: “você está bêbado, né?” e “onde você está?”. Ele responde: “sei lá”.

Compartilhar

Comentários