Visão Atenta

0

Dívida…
Relatório entregue pela antiga administração ao novo prefeito de Taboão da Serra, Fernando Fernandes (PSDB), aponta uma dívida municipal de quase R$ 190 milhões. O orçamento da cidade previsto para este ano é de R$ 650 milhões. Fernandes afirma será preciso um esforço da gestão para que as dívidas sejam equacionadas. “Não deixaremos de fazer o que é necessário, mas teremos que fazer um esforço inicial”.

publicidade

… e aumento
Causou polêmica em sessão extraordinária realizada na quarta-feira, 9, na Câmara de Taboão, projeto enviado por Fernando Fernandes que prevê uma gratificação no salário dos médicos. A oposição diz que o projeto é discriminatório, por atender só os médicos. A base diz que o objetivo é tornar a remuneração mais atrativa para diminuir a carência no setor. “Não temos médico hoje porque o salário não é atrativo”, disse o vereador Marco Porta (PRB), segundo o portal Otaboanense. A proposta deve ser votada segunda, 14, em mais uma sessão extraordinária.

Carnaval
O prefeito de Santana de Parnaíba, Marmo Cezar (PSDB), promoveu na terça, 8, no Cine Teatro, uma reunião com os moradores e comerciantes para debater o formato da realização do Carnaval no município. Em votação, foi decidido que este Carnaval não terá trios elétricos nem música eletrônica, devido aos transtornos no Centro Histórico. Serão mantidos o desfile das escolas e o samba de bumbo.

publicidade

Mudanças
Em entrevista na quarta, 9, o secretário de Esportes de Cotia, Ailton Ferreira, afirmou que haverá mais rigor na distribuição de verbas do projeto Bolsa Atleta, criado em 2009. De acordo com ele, o benefício vinha sendo distribuído sem controle e havia denúncias de irregularidades. “Tem atleta que recebe, mas não mora na cidade”, disse.

PSD
Ainda sob a tutela de um interino (André Luiz), a Secretaria de Segurança e Controle Urbano de Osasco, pode ser uma carta na manga para consolidar o PSD na base do prefeito Jorge Lapas (PT). O vereador Josias da Juco (PSD) teria sido especulado para o comando da pasta, o que abriria espaço para o ex-vereador Fumio Miazaki (PSD) voltar à Câmara. Mas Josias garante que continua vereador.

publicidade

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNomeação de secretários entra na reta final
Próximo artigoPresidência e renovação