Atleta osasquense vence obesidade e chega à Seleção Brasileira de Montanhismo

0
atleta osasquense seleção brasileira de montanhismo
Foto: Arquivo Serel

A osasquense Luciana Paula, de 37 anos, iniciou sua trajetória em corridas de rua há 10 anos. O objetivo inicial da atleta era emagrecer, mas com o passar dos anos, passou a se destacar no montanhismo.

publicidade

Luciana disputa as chamadas Skyrunning, que são tipos de corridas de montanhas com terrenos rústicos, com declives e aclives muito fortes chegando a inclinações maiores que 35°. “Essas corridas são bastante técnicas e difíceis exigindo muito dos atletas. Aqui no Brasil a entidade que administra esse tipo de corrida de montanha é a Skyrunning Brasil e ela é vinculada no mundo às federações de montanhismo”, explica a osasquense.

A primeira corrida que Luciana participou foi em 2016, o Circuito das Serras, em São Paulo. Na competição, ela passou por três etapas, percorrendo distâncias consideradas curtas de 10 a 13 km, e ganhou três medalhas de ouro. Depois, começou a disputar as principais corridas de montanhas do país. Em 2017 participou de 10 corridas de montanhismo e obteve nove ouros e uma prata.

publicidade
osasquense seleção brasileira montanhismo
Foto: Arquivo Serel

Além da prova de montanha considerada a mais importante do Brasil, a Indomit Pedra do Baú, em 2018, Luciana garantiu o bicampeonato e o recorde da prova com o melhor tempo nos 21 km, que até hoje não foi superado. No ano seguinte, participou da seletiva para a Seleção Brasileira de Skyrunning (Montanhismo mais extremo) e disputou três provas. Ficou com o bronze na La Mission (35km), 4º lugar no KTR Campos de Jordão (42 km) e 5º lugar no Indomit Pedra do Baú (50Km).

Campeonato Mundial de Seleções na Espanha

publicidade

Com todos esses resultados, a moradora de Osasco foi convocada para representar a Seleção Brasileira de Montanhismo (Skyrunning) no Campeonato Mundial de Seleções, que será disputado em julho de 2021 na cidade de Vall de Boi, na Espanha. Ela integra a equipe de atletas da Secretaria de Esporte, Recreação e Lazer (Serel), da Prefeitura de Osasco, contemplada pelo bolsa atleta.

“Eu iniciei nas corridas para emagrecer, pois sofria com a obesidade. Cheguei a pesar 85 kg. Com as corridas, emagreci e me apaixonei por esse esporte maravilhoso. É um orgulho enorme competir representando Osasco. Fico muito emocionada e feliz por ter alcançado esse sonho de poder defender a bandeira da minha cidade, onde nasci, cresci e vivo até hoje. Espero que até julho tenha acabado a pandemia e eu possa disputar a prova na Espanha”, finaliza a atleta.

SUPERAÇÃO// De sua mansão em Alphaville, Geraldo Luís desabafa sobre luta contra a covid-19: “você fica entregue”

Comentários