Audiência discute taxa que Uber e 99 cobram de motoristas

12
motorista_uber 99
Reprodução

A Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados realiza audiência pública na quarta-feira (25) para discutir o Projeto de Lei 448/19, que quer limitar em 10% a comissão cobrada dos motoristas pelas empresas de transporte por aplicativo, como Uber e 99. O debate atende pedido do deputado Júnior Bozzella (PSL-SP).

publicidade

“No momento em que se discute a ampliação deste novo mercado, faz-se importante a realização desse debate, envolvendo representantes das empresas e da sociedade civil organizada”, disse Bozzella.

Entre os convidados para o evento estão a gerente de Políticas Públicas da empresa Uber no Brasil, Mariana Polidorio e representantes de associações de motoristas de aplicativo.

publicidade

Taxas “exploratórias”

O deputado Igor Timo (Pode-MG), autor do Projeto de Lei 448/19, que limita a 10% taxa cobrada pelas empresas de aplicativos dos motoristas, defende que plataformas como o Uber, 99 e Cabify, não podem praticar taxas “exploratórias” dos motoristas parceiros.

Ele ressalta ainda que os aplicativos de transporte têm sido uma saída buscada pelos brasileiros para enfrentar a crise econômica, marcada por desemprego e queda de renda.

publicidade

Além deste, há outro projeto para limitar a taxa cobrada pelas empresas de transporte por aplicativo dos motoristas, o PL 2.255/2019, que estabelece teto de 15%. Autor da proposta, o deputado Pedro Augusto Bezerra (PTB-CE), argumenta que os aplicativos têm ficado com até 40% do valor das corridas e que as margens das empresas são “uma verdadeira espoliação”.

“Essas multinacionais não se importam com os seus ‘parceiros’, os motoristas, e muitos deles prestam o serviço e acabam tendo prejuízo devido a todos os custos que a atividade envolve; como manutenção do veículo e combustível, mas pela falta de emprego no país, mesmo assim, se submetem a tal atividade”, argumenta.

Parecer contrário

Os dois projetos, no entanto, já tiveram parecer contrário do relator na Comissão de Viação e Transportes (CVT) da Câmara dos Deputados.

“A interferência estatal proposta inviabilizaria toda a liberdade de oferta de serviços e, consequentemente, a liberdade de escolha por parte do usuário”, argumentou o relator, deputado federal Lucas Gonzales (Novo-MG).

Comentários

12 COMENTÁRIOS

  1. Motorista de aplicativo tem q se danar mesmo, pq ficar dirigindo inúmeras horas, por “caronas” quase de graça, fazendo boa ação rsrsrs, como alguém falou, com o preço da gasolina no céu, ar condicionado, carregando bunda suja a R$5,00/6,00 sempre tem um louco pra achar q tá bom. Mais engraçado é a Uber todo semestre apresentar prejuízos milionários, mas o errado é o taxista, que cobra “caro” pela corrida.

  2. Quem não estiver satisfeito que procure outra forma de ganhar dinheiro. Ao invés do governo querer impor margem de lucro em empresas deveria focar em medidas para gerar emprego e com isso fazer que ser motorista de aplicativo fosse menos atrativo para os trabalhadores.

  3. Concordo plenamente corrida de 5,00 onde já se viu em um carro particular com ar condicionado ligado e gasolina á 5 pau o litro

  4. uber e vida tem que ser cada fez mais barato aí ganha no volume e o motorista tem mais trabalho e pode pagar uma taxa maior para a empresa já que ele é parceiro emprendedor tem que colaborar com a empresa a crescer

  5. a Uberespeito e uma empresa privada e pode cobrar o que ela quiser acho pouca a taxa que é cobrada ela tem a tecnologia devia cobrar mas do motorista e reverter para o passageiro quanto mas ba rato mais gente usa

  6. Com Certeza acho muito correto cobrar 10% de cada corrida fora que ainda temos que aturar passageiros embriagados,pegando passageiro de madrugada e ainda correndo o risco de ser mal avaliado.

  7. Concordo plenamente, eu já cheguei a pagar em torno de 37% de uma viagem, pedi revisão mas disseram que a taxa foi justa, porque a viagem foi em rodovia livre e o custo da viagem foi baixa, absurdo né, apoio total.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorProcesso seletivo para mil vagas na B2W em Itapevi começa com fila de dobrar o quarteirão
Próximo artigoPolícia encontra em Barueri corpo de mulher desaparecida há duas semanas