Início Brasil Batoré à TV Osasco: “Nossa Constituição foi escrita por deputados corruptos de...

Batoré à TV Osasco: “Nossa Constituição foi escrita por deputados corruptos de esquerda”

0
Divulgação

Em meio à polêmica gerada pelas declarações do cantor Sérgio Reis, voltou a viralizar nas redes sociais nos últimos dias um vídeo no qual o humorista Batoré faz uma série de ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF) e pede o fechamento do Congresso Nacional.

publicidade

“Nós temos a consciência de que militar não faltava só na presidência, falta no STF, falta na Câmara dos Deputados e no Senado”, diz ele, aos berros, no vídeo de 2019 que viralizou novamente nos últimos dias. “O desejo da maioria dos brasileiros é que o presidente feche a porta desses três Casas, porque não tem trazido benefício nenhum para o nosso país, não tem pensado no nosso povo”, emendou. Ele declarou ainda que “o STF fica só soltando bandido, parece ‘lacto purga’, toda merd* que está presa, solta”.

publicidade

Nos últimos tempos, Batoré tem chamado a atenção por ser um dos apoiadores ferrenhos do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Em entrevista recente ao programa “Hora do Recreio”, apresentado por Oscar Pardini na TV Osasco, ele definiu Bolsonaro como “o único presidente honesto” e fez críticas à Constituição Brasileira de 1988: “Nossa Constituição foi escrita por deputados corruptos de esquerda e tem mais direitos do que deveres”.

TURBULÊNCIA// Após desistências, Sérgio Reis desiste de lançar novo álbum

publicidade
batoré tv osasco
Batoré em entrevista ao programa “Hora do Recreio”, com Oscar Pardini, na TV Osasco / Foto: reprodução

“Me fala um preto rico que casou com uma negra”

Na entrevista à TV Osasco, exibida em fevereiro, Batoré também critica o “politicamente correto”. “Isso é uma bobagem, uma das maiores provas de desonestidade dos políticos brasileiros. Estão fazendo isso para calar o humoristas”, avaliou. “Você não pode falar de preto, não pode falar de loira… Como não? Preto é uma cor, cara”.

“Tá todo mundo querendo proteger o negro, ‘é minoria…’. Primeiro, o negro é maioria no país. Segundo, me fala um preto rico que casou com uma negra. Um. Mas que seja uma ‘nega’ feia, porque Taís Araújo não é ‘nega’ feia, não”, emendou Batoré.

“O chinelo é a melhor ferramenta no auxílio à educação”

O humorista bolsonarista também criticou a lei que combate às palmadas em crianças e a apresentadora Xuxa, uma das principais defensoras. “O chinelo é a melhor ferramenta no auxílio à educação. Veja bem, eu sou contra o espancamento, sou a favor de o pai ter o direito de corrigir porque Deus permitiu isso para a gente”, declarou Batoré na entrevista à TV Osasco.

Ele alfinetou Xuxa ao mencionar o filme “Amor Estranho Amor”, no qual a personagem dela tem cenas eróticas com um menino de 12 anos. “A partir do momento em que baniram o chinelo, ficou esse negócio de ‘não pode, não sei o que…’. Ainda mais que uma pessoa que vem falar isso é uma pessoa que fez filme pornográfico com um moleque de 11 anos. A partir do momento em que tiraram nosso direito, os filhos passaram a não respeitar mais os pais”, analisou o humorista defensor de Bolsonaro.

Comentários