Comerciantes caem em golpe e perdem R$ 15 mil em Carapicuíba

1
Comerciantes caem em golpe e perdem R$ 15 mil em Carapicuíba
O casal vendeu a única fonte de renda da família, duas máquinas de fazer salgados, para um suposto comprador, que desapareceu sem pagar pela mercadoria / Fotos: Reprodução/Balanço Geral

Um casal que vendida bolos e salgados em Carapicuíba foi vítima de um golpe, com prejuízo estimado em R$ 15 mil. Daiane e Godofredo enfrentavam dificuldades financeiras quando decidiram vender duas máquinas de fazer salgados, mas não esperavam que cairiam em um golpe.

publicidade

Um homem manifestou interesse e entrou em contato com os comerciantes assim que eles anunciaram a venda dos equipamentos. “Você consegue me fazer a venda na minha plataforma? Estou com 10% na minha próxima compra. Caso você consiga anunciar, faço a compra hoje mesmo […] Posso buscar. Dá preferência para mim, consigo pagar R$ 250 a mais”, escreveu o suposto comprador em uma mensagem enviada via WhatsApp.

Em menos de uma hora, o negócio foi fechado e os comerciantes acreditaram que tinham acabado de firmar um negócio seguro. Eles chegaram a receber um falso e-mail confirmando o pagamento e o horário em que as máquinas seriam retiradas.

publicidade

Daiane registrou o momento em que um suposto motorista de aplicativo, que se identificou como Vitor, chegou para buscar as máquinas em sua casa, em Carapicuíba. “Eu filmei que a mercadoria estava no porta malas e até filmei o rosto do motorista para mandar ao comprador, né, porque a mercadoria era de alto valor, então a gente queria provar que entregou tudo direitinho”, contou a vítima, à reportagem do “Balanço Geral!”, da Record TV.

Sem receber a transferência do valor combinado e sem conseguir entrar em contato com o comprador, o casal percebeu que havia caído em um golpe. O aplicativo de transporte informou que o suposto motorista não tinha cadastro na plataforma, confirmando a fraude.

publicidade

“Queremos encontrar essas pessoas e, se possível, recuperar as máquinas. Se ele for vender, não compre, denuncie porque ele torou o sustento de um pai e uma mãe de família, que soam e trabalham duro, que nem dormem às vezes para conseguir o pão de cada dia”, lamentou Daiane.

Leia também: Nova blogueirinha! Sem conseguir se eleger em Carapicuíba, vereadora vira influenciadora digital

Comentários