Covid-19 impediu que Major Olimpio realizasse o desejo de ter os órgãos doados

0
major olimpio
Agência Senado

Além de causar a morte do senador Major Olimpio, nesta quinta-feira (18), a covid-19 impediu que ele realizasse o desejo de doar os órgãos.

publicidade

A doação era uma vontade de Major Olimpio e foi autorizada pela família. “Contudo, por conta da questão da covid-19 os médicos avaliaram que não seria possível a realização”, afirmou, em nota, a família do senador.

Nas redes sociais, grupos negacionistas da pandemia têm espalhado a notícia falsa de que Major Olimpio morreu em decorrência de um AVC, e não da covid-19. Acometido pelo novo coronavírus, ele estava internado desde o início do mês na UTI do Hospital São Camilo, em São Paulo, onde chegou a ser intubado duas vezes, até que não resistiu e morreu por complicações da covid-19 nesta quinta.

publicidade

LUTO// Políticos de direita e esquerda manifestam pesar pela morte de Major Olimpio

publicidade

Após a morte, a família divulgou que tentaria seguir o desejo do senador e seriam definidos quais órgãos seriam doados. No entanto, segundo Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO) e nota técnica do Ministério da Saúde, pacientes com o coronavírus não podem ser doadores, já que há risco de passar a doença para o receptor.

“O órgão já vem contaminado por Covid, a chance da pessoa que receber o órgão morrer é muito grande”, explicou Paulo Pêgo, diretor e membro do conselho deliberativo da ABTO, ao portal G1.

O corpo do senador será cremado na tarde desta sexta-feira (19), em Guarulhos, na Grande São Paulo.

Comentários