Criminoso preso em Osasco dava golpe pedindo doações a empresas usando nome da Unicef

0
cestas básicas
Suspeitos diziam que estavam trabalhando em uma campanha de doações de alimentos para pessoas necessitadas e que os mantimentos seriam repassados à Unicef / Imagem ilustrativa / reprodução

Um suspeito de fazer parte de uma organização criminosa que dava golpes em empresas após pedir doações a famílias carentes citando o nome do Fundo de Emergência Internacional das Nações Unidas para a Infância (Unicef) foi preso pela Polícia Civil nesta quinta-feira (26), em Osasco. Outro suspeito foi detido na Praia Grande, litoral paulista.

publicidade

As prisões foram efetuadas pela Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic), através da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Sorocaba (SP).

O delegado Rodrigo Ayres explicou, ao G1, que os suspeitos diziam que estavam trabalhando em uma campanha de doações de alimentos para pessoas necessitadas e afetadas em razão da pandemia e que os mantimentos seriam repassados à Unicef.

publicidade

Uma empresa de Sorocaba teria sofrido um golpe de R$ 3 milhões da organização criminosa, em julho. Outras duas empresas, de Jundiaí e Garça, em São Paulo, também foram vítimas e tiveram prejuízo de R$ 2 milhões.

Desde julho, foram cumpridos 10 mandados de busca em Praia Grande, Cotia, Jundiaí, Garça e Osasco. Dois suspeitos continuam foragidos.

publicidade

Comentários