Ex-namorada de chefe do tráfico, osasquense some após iniciar novo namoro

6

Há mais de uma semana, a dona de casa Amanda Palha, de 26 anos, mãe de quatro filhos, está desaparecida. Ela saiu de casa, em Osasco, no dia 12, dizendo que iria ao dentista, segundo reportagem do “Brasil Urgente”, da Band, e não foi mais vista. Ex-namorada de um chefe do tráfico em uma favela em São Paulo, Amanda havia assumido um novo namoro poucos dias antes, segundo a família.

publicidade

Na última vez em que foi vista, ela entrou em um carro polo sedan de cor chumbo, onde estavam dois homens.

O último sinal emitido pelo GPS do celular dela foi na comunidade da Árabia, na região do Jaraguá, zona Norte da Capital, onde o ex-namorado dela, conhecido como “Vampirinho” era chefe do tráfico, segundo a Polícia.

publicidade

O suspeito de tráfico morreu em um confronto com a Rota no mês passado. Na ocasião “Vampirinho” transportava um fuzil, junto a um comparsa, segundo os policiais.

O sumiço de Amanda é investigado pela Polícia Civil de Osasco. Os investigadores dizem que procuram por ela viva, mas há uma grande possibilidade de que esteja morta.

publicidade

Após uma denúncia anônima de que Amanda teria sido vista na favela da Arábia pedindo socorro, equipes do Grupo de Operações Especiais (GOE), da Polícia Civil, realizaram buscas nos últimos dias com a ajuda de cães farejadores, mas nada foi encontrado.

A família procurou a osasquense em unidades de saúde da região onde o celular dela foi rastreado pela última vez e não conseguiu localizá-la.

Diversas pessoas já foram ouvidas e a polícia espera esclarecer o caso nos próximos dias.

Comentários