Funcionário de ótica em Osasco faz menina de 7 anos pegar em seu órgão genital

0
funcionário ótica Osasco órgão genital
Câmeras de monitoramento da ótica registrarão a ação do vendedor / Foto: Reprodução/Record TV

O vendedor de uma ótica em Osasco foi flagrado por câmeras de monitoramento ao fazer menina de 7 anos pegar em seu órgão genital. O caso aconteceu em julho e foi divulgado em reportagem exibida nesta quarta-feira (15), no “Balanço Geral”, da Record TV.

publicidade

Nas imagens, o funcionário sai do balcão para colocar o óculos na menina, pega nas mão dela e faz com que a criança toque em suas partes íntimas. A criança estava na loja acompanhada da mãe e do irmão gêmeo.

Segundo a mãe, que foi à ótica comprar dois pares de óculos para os filhos, o vendedor ofereceu um óculos de sol de brinde e aproveitou o momento em que ela foi escolher o modelo do óculos para agir. “Eu só fui acreditar realmente quando vi as imagens porque foi muito pouco tempo que ela ficou ali sozinha com ele”, disse a mulher.

publicidade

Assustada, a menina esperou entrar no carro da mãe para relatar em detalhes o que havia acontecido. “Ela falou: ‘Mamãe, sabe aquele rapaz que estava colocando o meu óculos? Ele mandou eu colocar a mão na calça dele, no ‘pipi’ dele’”, lembrou a mãe da criança.

Indignada com o ocorrido, a cliente ligou na ótica e pediu para ver as imagens do circuito de segurança. “Ele [gerente do estabelecimento] me ligou falando que os supervisores da rede olharam as imagens e que não tinha acontecido nada, que o vendedor até recebeu uma promoção por ter atendido super bem a minha filha”.

publicidade

A mãe da menina foi na ótica exigir que mostrassem as imagens, que foram apresentadas com alguns cortes. Somente após, os supervisores entraram em contato para informar que o funcionário foi demitido por justa causa. “Disseram que as imagens não tinham ficado claras, mas que acreditaram na minha filha e dispensaram o rapaz”, relatou.

Um boletim de ocorrência foi registrado e a criança foi levada ao hospital para fazer exames. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP), informou que o ex-funcionário da ótica, identificado como Felipe Fernandes de Almeida, é investigado por estupro de vulnerável.

(Com informações do “Balanço Geral”)

TOCA DO CRIME// Ladrão que vivia em esgoto é preso com mais de 80 eletrônicos em Barueri

Comentários