Homens causam mais acidentes no trânsito do que mulheres, mostra pesquisa

0

Um estudo divulgado pelo Detran.SP revela que do total de acidentes de trânsito registrados entre janeiro e agosto deste ano, apenas 6,3% envolvem mulheres na direção. O percentual é 16 vezes menor do que o número de ocorrências motoristas do sexo masculino ao volante.

publicidade

Os dados são do Infosiga SP, que mostrou que condutoras do sexo feminino representam 40% dos 26 milhões de motoristas habilitados em todo o estado de São Paulo. Outra informação apontada no estudo é em relação ao número de CNHs suspensas. No período de janeiro a março do 2020, das 91,5 mil habilitações suspensas, apenas 26% são de mulheres.

Já em relação ao número de acidentes com vítimas fatais nos oito meses deste ano, o sexo feminino responde por apenas 15,5% do total, frente a 84,5% de homens. Na maioria dos casos fatais registrados, as mulheres não estavam na direção do veículo, sendo que 39,4% eram passageiras e 31,9% pedestres.

publicidade

“As mulheres são muito mais cautelosas no trânsito, o que é uma importante notícia, já que elas representam 40% dos motoristas de todo o estado. Mas reduzir o número de acidentes, que em sua maioria são motivados por falha humana, é vital para o Detran.SP”, afirma o presidente do Detran, Ernesto Mascellani Neto.

O levantamento do Detran.SP está incluso na programação de ações do Outubro Rosa, campanha de conscientização que tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

publicidade
Leia também: Pai questiona alta de menino que comeu marmita envenenada em Itapevi: “Como vou levar para casa uma criança assim?”

Comentários