Justiça condena homem que matou a mãe com facão e serrote em...

Justiça condena homem que matou a mãe com facão e serrote em Osasco a 24 anos de prisão

0
Compartilhar
matou a mãe osasco
Foto: reprodução

Edson Henrique da Silva, o homem que matou a mãe com um serrote no bairro Jardim das Bandeiras, em Osasco, teve a pena aumentada pela 16ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo. A pena foi fixada em 24 anos de reclusão, em regime fechado, pelo crime de homicídio qualificado por feminicídio, motivo fútil, meio cruel e com emprego de recurso que dificultou a defesa da vítima.

De acordo com os autos, a vítima recebia ameaças de morte de seu filho, dependente químico que costumava ficar agitado e já tinha a agredido. No dia do crime, a mãe disse para o acusado que iria interná-lo, o que deixou o homem transtornado.

Ele a golpeou com uma faca, com um facão e com um serrote, atingindo o tórax, o braço e o pescoço da vítima. Após o crime, o réu se limpou, se arrumou e saiu da residência, que ficou trancada e precisou ser arrombada para a entrada dos policiais. O acusado foi encontrado depois de uma ronda pela região.

“Personalidade negativa, agressiva, insensível e descontrolada”

O relator do caso, desembargador Otávio de Almeida Toledo, ao aumentar da pena-base na fração de 1/3, destacou “a forma brutal com que o delito foi praticado e os relatos trazidos pela filha da genitora e pelas testemunhas revelam a personalidade negativa, agressiva, insensível e descontrolada do réu, que decidiu matar a mãe por não se conformar com sua intenção de interná-lo”.

“Ainda, o fez dentro da casa em que alugavam, submetendo a locadora e os vizinhos a uma situação inesperada, abominável e traumática”, continua o desembargador. Além disso, emendou o magistrado, “restou evidenciado que a genitora sempre pretendeu proteger o acusado”.

O julgamento teve a participação dos desembargadores Guilherme de Souza Nucci e Leme Garcia. A decisão foi unânime.

Leia também:

Mãe vende o próprio filho por R$ 3 mil em Barueri
Juiz é espancado em campeonato de futebol em Jandira
Bebê que morreu com sarampo em Osasco tinha histórico de problema pulmonar
Começa nova fase de pagamento do PIS, para cotistas de até 59 anos
Compartilhar

Comentários