Início Polícia Mãe que teve filha estuprada e esfaqueada pelo namorado em Osasco diz...

Mãe que teve filha estuprada e esfaqueada pelo namorado em Osasco diz que foi ameaçada e faz apelo

0
O quarto ensanguentado após o ataque a L. e o namorado da mãe dela, Junior Cesar da Silva, apontado como autor do crime / Fotos: reprodução

K.A, a mãe que viu o namorado esfaquear a própria filha, L.S, após estuprá-la, no Jardim Munhoz Júnior, em Osasco, no sábado (21), divulgou um vídeo nas redes sociais em que afirma ter sido ameaçada e faz um apelo para que as pessoas ajudem a localizar o autor do crime, o barman Junior Cesar da Silva, de 28 anos. “Sei que ele não fugiu para longe”.

publicidade

A mãe disse ter recebido uma ligação de número restrito de uma pessoa que a ameaçou e a acusou de ter sido conivente com o crime. “Amanhã (hoje) vou na delegacia, abrir um B.O”, afirmou.

Ela e Junior Cesar tinham um relacionamento turbulento.
K.A também fez um apelo por informações que levem ao paradeiro do autor do crime.

publicidade

“Eu sei que esse cara não fugiu para longe. Ele está sem documentação nenhuma, só saiu com a roupa do corpo e a moto. Então, ele está por aqui. Peço, pelo amor de Deus, você que esteja com ele, você que está protegendo ele, escondendo ele, pelo amor de Deus, liga para a polícia, fala onde ele está”, afirmou.

“A gente precisa colocar esse cara na cadeia, ele precisa pagar por esse crime que ele cometeu. Ele acabou com a minha vida, acabou com a vida da minha filha”.

publicidade

Fé 

Ela se apega a fé pela recuperação da filha e a prisão de Junior Cesar. “Minha filha está viva porque Deus tem uma obra muito grande na vida dela. E graças a oração de cada um”.

Em outra mensagem no Facebook, K.A declarou que, inclusive, chegou a ser impedida de visitar a filha no hospital, “pois os médicos acharam que fui conivente com o ato de crueldade. Jamais faria isso”.

“Gente, a todos que estão me dando força, infelizmente recebi a confirmação de que minha filha foi estuprada. Ela está em estado gravíssimo, sedada, e os médicos proibiram minha visita porque acham que eu fui conivente com o ato de crueldade com minha filha. Deus sabe que eu jamais faria isso”, afirmou.

—–
LEIA TAMBÉM:
Ladrões saem de Osasco para assaltar no interior e são presos
Osasco terá dois “Dias D” de vacinação contra 5 doenças
PIS/Pasep: mais de 435 mil trabalhadores têm novo prazo para sacar abono no estado
—–

“Minha filha estava em casa comigo, ele fez tudo de caso pensado. Sei que muitos vão me julgar, mas sei de meu coração e o que realmente acontece. Peço que continuem orando por ela, para que se recupere e tudo seja esclarecido”, completou a mãe da vítima.

De acordo com parentes de L., um vizinho e a própria mãe dela chegaram e presenciaram Junior Cesar esfaqueando a jovem. “A própria mãe chegou na casa e ele a agarrou pelo pescoço [após atacar L.]”, contou uma tia da garota.

Atacada enquanto dormia 

A jovem teria sido atacada por Junior Cesar enquanto dormia. “Ele a estuprou e esfaqueou com requintes de crueldade. Ele esperou a mãe dela sair de casa para cometer essa atrocidade”, declarou uma tia da jovem ao Visão Oeste.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, L. foi esfaqueada na região da nuca, tórax e braços.

Uma pessoa próxima à família teria ouvido um barulho vindo de um dos cômodos da casa e ido ver se havia algum problema. Chegando lá, encontrou Junior com a roupa ensanguentada ao lado de L., caída no chão e sangrando. Junior Cesar fugiu logo depois, com sua motocicleta, uma Honda CG/125 Fan preta.

A garota mora com a avó paterna e havia ido visitar a mãe, segundo uma tia da garota.

Comentários