Neto parabeniza Burger King e ameaça Sikêra Jr: “No dia que me encontrar, você vai ser só”

0
neto sikera jr.
Reprodução

Durante o programa “Os Donos da Bola” desta quarta-feira (30), o apresentador Neto parabenizou o comercial da rede Burger King por um comercial em defesa da diversidade sexual e criticou o apresentador Sikêra Jr., da Rede TV!, que atacou a peça publicitária e definiu os homossexuais como “raça desgraçada”.

publicidade

“Esse jornalista, pseudônimo de jornalista, que é o Sikêra Jr., falar o que ele falou sobre os homossexuais… Burger King, parabéns Burger King, vocês arrebentaram! Aí no outro dia o cara (Sikêra Jr.) vai e pede desculpas. Sabe por que ele pediu desculpa? Porque os patrocinadores saíram de lá. Ou você pensa assim ou você não pensa, irmão! Ou você é homem ou não é homem”, declarou Neto.

“Não é esse seu pensamento? Se for seu pensamento, espero que um dia você não me encontre. Porque no dia que você me encontrar, em qualquer lugar, você vai ver só. Eu e você, num lugar fechado, você fala isso pra mim. Eu e você, só. Ou até o dono da Rede TV!. Qualquer um de vocês que pensam assim”, continuou o ex-jogador e apresentador da Band.

publicidade

“Você é homofóbico, e muito. E eu não tenho medo de você e nem do dono da Rede TV!. E se quiser ligar aqui na Band, pode ligar a hora que quiser. Aqui não tem isso”, continuou Neto. “Ah, eu queria te encontrar um dia cara, eu e você”, concluiu o apresentador, sobre Sikêra Jr.

publicidade

Neto não foi o único apresentador a criticar publicamente o colega da Rede TV! pelas declarações homofóbicas. Jacson Damasceno, do “Brasil Urgente” na Band Natal, viralizou ao questionar Sikêra Jr. “Quem é você comparado a tantos outros gays e lésbicas que orgulham e honram este país? A sexualidade de uma pessoa não a diferencia em nada, não a diminui em nada. Quem é você para dizer que uma pessoa é ‘desgraçada’ e ‘filha do cão’?”.

Ação do MPF e perda de patrocinadores

Após as novas declarações homofóbicas de Sikêra Jr. na sexta-feira (25), o Ministério Público Federal ajuizou ação civil pública contra o apresentador e a Rede TV!, emissora sediada em Osasco. Ambos podem ser condenados ao pagamento de R$ 10 milhões a título de indenização por danos morais coletivos. O valor da indenização seria destinado à estruturação de centros de cidadania LGBTQIA+.

Durante o programa “Alerta Nacional” na última sexta-feira (25), Sikêra Jr. definiu os homossexuais como “raça desgraçada” e relacionou a pedofilia à homossexualidade, ao criticar uma campanha publicitária do Burger King em defesa da diversidade chamada “Como Explicar”, que mostra filhos de casais homoafetivos contando como são suas famílias. As respostas são espontâneas.

As declarações homofóbicas de Sikêra Jr. também geraram um movimento nas redes sociais com grupos cobrando empresas que fazem publicidade no programa do apresentador para que deixem de patrocinar a atração da emissora de Osasco. Diversas empresas já confirmaram o fim de anúncios no programa de Sikêra Jr. Entre elas a Hapvida Saúde e a construtora MRV.

Após a saída de patrocinadores, o apresentador da Rede TV! pediu desculpas nesta terça-feira (29): “Preciso reconhecer que me excedi”.

Comentários