PMs de Osasco são homenageados na 5ª edição do programa “Policial Nota...

PMs de Osasco são homenageados na 5ª edição do programa “Policial Nota 10”

0
Compartilhar
"Conseguimos salvar a vítima e prender os autores”, destacou o soldado David Junior dos Santos, do 42º Batalhão, sobre ação em Osasco que rendeu homenagem no programa "Policial Nota 10" / Foto: Foto: divulgação/Governo do Estado de São Paulo

O governador João Doria e o secretário da Segurança Pública, general João Camilo Pires de Campos, homenagearam, nesta quarta-feira (12), quatro policiais militares e quatro civis da Grande São Paulo com o título de “Policial Nota 10”, que visa reconhecer e estimular o bom trabalho policia.

Além deles, outros 14 policiais civis, militares e técnico-científicos foram agraciados na quinta edição da iniciativa. A solenidade aconteceu no Palácio dos Bandeirantes, na zona Oeste da Capital paulista.

A prisão de três criminosos responsáveis por um roubo e uma tentativa de homicídio na cidade de Osasco foi uma das ocorrências que gerou destaque aos militares no “Policial Nota 10”. Os soldados David Junior dos Santos e Nathan Silva Rodrigues de Lima patrulhavam pela Avenida Edmundo Amaral quando foram acionados.

Publicidade

O caso aconteceu no dia 14 de abril e os integrantes do 42º Batalhão foram chamados por uma testemunha que presenciou o roubo e informou que os criminosos haviam atirado na vítima.

“Quando vimos a vítima caída no chão, logo pedimos apoio ao resgate. Em seguida, visualizei pelo retrovisor da viatura o carro com os criminosos em fuga e iniciamos o acompanhamento”, contou Santos.

Publicidade

Após cerco policial, a dupla de PMs conseguiu deter o trio. Ao longo da ação, foram apreendidos um aparelho celular, uma quantia em dinheiro e uma pistola calibre 9 mm. “O bom é que conseguimos salvar a vítima e prender os autores”, destacou o soldado.

Ele também falou sobre a felicidade de ter o trabalho reconhecido. “Já fomos homenageados perante à tropa com as medalhas de mérito pessoal, mas ser agraciado diante do Estado nos deixa muito felizes”, concluiu.

O soldado Nathan Silva Rodrigues de Lima também recebeu homenagem no “Policial Nota 10” por ação em osasco / Foto: divulgação/Governo do Estado de São Paulo

…..

Leia também:

Prazo para sacar até R$ 998 de abono salarial termina dia 28

Publicidade

Vídeo mostra homem abusando de menina em ônibus de Osasco

Roldão inaugura 2ª unidade em Osasco nesta quarta (12)

…..

Outros homenageados

Os outros dois policiais militares homenageados na quinta edição do “Policial Nota 10” são integrantes do 40° BPM/M, sediado em São Bernardo do Campo. O cabo Alexandre Willian de Almeida e o soldado Jonatas Ozorio da Silva salvaram, no dia 19 de maio, uma adolescente, de 13 anos, que tentou suicídio. “Fomos acionados pelo Centro de Operações da Polícia Militar (Copom)”, explicou o cabo.

Publicidade

No local, os pais da jovem, caseiros da chácara, contaram que sua filha havia se trancado em casa com a intenção de se matar. “As janelas da propriedade tinham grades então precisei arrombar a porta. Vários móveis antigos e pesados estavam atrás e caíram quando a rompi”, contou o praça.

Ainda de acordo com o cabo, no momento em entraram naquele cômodo, a jovem estava com laços no pescoço e pendurada. “Segurei ela e o nó se afrouxou. Ela estava irredutível, muito nervosa, mas a abracei, ganhei sua confiança e fomos para a área externa da casa para conversar. Ela entendeu que precisava de ajuda e a conduzimos com a família para o Centro Especializado de Reabilitação (CER) da cidade, onde a adolescente permaneceu internada”.

No final do mês, os policiais foram até o endereço da jovem para uma visita solidária e foram surpreendidos com a presença dela, que tinha acabado de ter alta. Agradecida pelo apoio dos PMs, ela os considera heróis. “É um prazer indescritível salvar uma vida. Tenho quatro filhos e tirar a adolescente daquela situação foi como ter nascido mais um”, contou emocionado.

Há 17 anos na instituição militar, o cabo contou que já teve suas ações reconhecidas pela PM, mas é a primeira vez que é homenageado pelo Estado. “Para nós foi um grito contido, uma sensação de dever cumprido e uma motivação a mais para prosseguirmos no cumprimento de nossos deveres”.

Polícia Civil

Publicidade

Na ocasião, dois delegados e quatro investigadores também foram homenageados. Os policiais civis se destacaram pelas diligências que permitiram a localização e prisão do autor de um duplo homicídio, ocorrido no dia 15 de maio, no município de Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo.

Os agraciados são os delegados titular e assistente da Delegacia Seccional, Genésio Leo Júnior e José Luís Pires Alexandre, respectivamente, e os investigadores Claudinei Henrique dos Santos, chefe da seccional, Luiz Antônio de Araújo, chefe do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra), e Denis Jun Yoshida e Marcos Bertolino, também do Garra.

No dia dos fatos, duas crianças, de 3 e 8 anos, foram encontradas mortas na casa em que moravam, no bairro Bonsucesso. Elas eram a filha e a enteada do criminoso, que cometeu o ato como vingança a uma possível traição da esposa. O homem fugiu logo após o crime, mas foi detido no mesmo dia.

“Realizamos a prisão após conversarmos com um dos familiares do autor. Ficamos sabendo que a última vez que ele havia sumido teria ido ao litoral de São Paulo, então mobilizamos todas as equipes para lá e iniciamos as buscas”, contou Santos.

Publicidade

Segundo o investigador, todos os policiais foram até a cidade do litoral mais próxima, que é Santos, uma vez que sabiam que o autor não dirigia nem possuía carro. “Tivemos como ponto de partida a rodoviária e os possíveis percursos que o homem poderia ter feito. Realizamos diligências à beira da praia, na Ponte Pênsil e em hotéis”, relembrou.

O autor do crime só foi encontrado após o investigador analisar um áudio, que indicava a ligação do rapaz com uma igreja. Com isso, as equipes passaram a vasculhar todos os locais com essa característica, até que o homem foi localizado e preso. “Em 20 anos, não me lembro de ter atuado em um caso de tamanha comoção. Direcionamos todos os nossos esforços para deter o homicida”, destacou o policial.

Santos também ressaltou a importância da homenagem recebida. “Entendo como algo positivo e de grande estímulo aos funcionários. Ajuda a resgatar a nossa vocação, assim como no meu caso. Eu amo o que faço. Amo a minha profissão”, concluiu.

Compartilhar

Comentários