Prefeitura de Cotia é obrigada a devolver respiradores retirados de fábrica pelo vice-prefeito

0
Prefeitura de Cotia é obrigada a devolver respiradores retirados de fábrica pelo vice-prefeito
O prefeito Rogério Franco usou as redes sociais para falar da devolução dos equipamentos / foto: reprodução

A Prefeitura de Cotia devolveu, nesta terça-feira (31), os 35 aparelhos respiratórios que havia retirado de uma empresa que fica na cidade, a Magnamed. Os aparelhos seriam instalados no Centro de Combate ao Coronavírus do município, que tem entrega prevista para segunda-feira (6).

Os aparelhos tiveram de ser devolvidos pela Prefeitura após o Ministério Público entrar com uma ação judicial alegando que os respiradores não teriam sido testados e certificados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), estando impróprios para utilização.

“Espero que a gente não perca nenhuma vida por conta desses respiradores que estão voltando para a empresa. Mas se houver alguma perda, que alguém seja responsabilizado por isso ou, que pelo menos, alguém assuma a responsabilidade”, disse o prefeito Rogério Franco, em vídeo divulgado nas redes sociais.

Publicidade

O pedido da Prefeitura para a aquisição dos respiradores da Magnamed havia sido feito junto à Justiça Federal, que concedeu liminar na sexta-feira. Com o documento em mãos, o vice-prefeito de Cotia, Almir Rodrigues, acompanhado de agentes da Guarda Civil Municipal, foi à fábrica e retirou os equipamentos, mesmo com resistência dos funcionários da empresa.

O Ministério Público recorreu da decisão e a Justiça acatou o pedido para que a Prefeitura devolvesse os 35 equipamentos à Magnamed. Contrariando o que diz o MP no processo, o prefeito de Cotia alega ter recebido todos os equipamentos devidamente embalados, com nota fiscal e selo da Agência Nacional de Vigilância.

Em transmissão ao vivo via Facebook, Rogério Franco mostrou as caixas dos equipamentos e falou da devolução dos respiradores. “Perdemos a batalha, mas não perdemos a guerra. Toda a nossa equipe de compra está atenta para que a gente consiga outros equipamentos. Nós vamos equipar o Centro de Combate e Referência ao Coronavírus e vamos inaugurá-lo na segunda”.

Cidade tem 45 pacientes internados e 11 mortes com suspeita de covid-19

A Secretaria da Saúde de Cotia informou, em nota, que a partir desta quarta-feira (1º), vai divulgar os casos do novo coronavírus (covid-19) no município de acordo com os casos que a Vigilância Epidemiológica Municipal tiver acesso ao resultado do exame ou atestado de óbito.

Até terça, o município vinha divulgando os casos da doença de acordo com os casos notificados oficialmente pelo governo no estado. De acordo com a Secretaria, a notificação do governo “não está sendo feita com a velocidade necessária para a demonstração exata do cenário de suspeitas e confirmações” do coronavírus no município.

Já seguindo o novo direcionamento, Cotia registrou 347 casos suspeitos de infecção pelo vírus, destes, 71 são de pessoas que moram em outros municípios. Há 45 pacientes internados e 11 mortes suspeitas, que aguardam resultado do exame.

Além dos 20 casos já confirmados do covid-19, Cotia também confirmou dois óbitos em decorrência do vírus, sendo duas mulheres, uma de 46 anos e uma de 62 anos.

+ PM de Cotia morre, aos 46 anos, por coronavírus

 

Comentários