Rogério Lins diz que é cada vez maior número de jovens internados por covid-19 em Osasco e pede que população colabore na luta contra a pandemia

0
covid-19 osasco
Em Osasco, maioria dos pacientes internados com covid-19 em 2021 tem entre 25 e 60 anos, diz prefeito / Foto: Reprodução

A taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes com covid-19 chegou a 92% em Osasco no domingo (21). Nas redes sociais, o prefeito Rogério Lins (Podemos) destacou a mudança no perfil dos infectados com o vírus e fez um novo apelo aos osasquenses para que cumpram as medidas de restrição.

publicidade

Em um vídeo publicado na noite desta segunda-feira (22), Lins afirmou que a grande parte dos internados com a doença em 2020 era de idosos acima de 60 anos. Já nesse ano, a maioria dos leitos têm sido ocupados por pessoas entre 25 e 60 anos, como o Edson, 43, e o Gesley, 25. “Graças a Deus e ao trabalho da equipe da saúde, tiveram alta, mas infelizmente nem sempre essa história tem um final feliz”, declarou.

Segundo o prefeito, nos últimos 10 dias, Osasco fez uma ampliação de 96 novos leitos para covid-19. Nesta segunda-feira (22), a taxa de ocupação diminuiu para 83%, mas a situação atual da pandemia ainda é crítica. “Estamos muito próximo do nosso limite. Essa guerra não pode ser vencida somente pelo poder público. A participação e comportamento da nossa população é essencial, principalmente dos mais jovens”, disse.

publicidade

“Por favor, seja consciente, faça sua parte, pois a sua vida e das pessoas que você ama valem muito. Evite aglomerações, eventos clandestinos e atividades que não são essenciais nesse momento”, finalizou Lins.

Osasco registra 34.500 casos da covid-19 confirmados até o momento, dos quais 33.013 são de pessoas que já se recuperaram da doença. A cidade tem 671 mortes em decorrência do novo coronavírus e outros 587 osasquenses morreram em outros municípios.

publicidade
boletim covid-19 osasco
Divulgação

COVID-19// Hospital Antônio Giglio, em Osasco, receberá 30 novos leitos de UTI nos próximos dias

Comentários